Carta aberta dos movimentos sociais para a presidenta Dilma Roussef

O momento é propício para que o governo faça avançar as pautas democráticas e populares, e estimule a participação e a politização da sociedade

 

21/06/2013

 

Movimentos sociais,

 

O Brasil presenciou nesta semana mobilizações que ocorreram em 15 capitais e centenas de cidades.

Concordamos com suas declarações que afirmam a importância para a democracia brasileira dessas mobilizações, cientes que as mudanças necessárias ao país passarão pela mobilização popular.

Mais que um fenômeno conjuntural, as recentes mobilizações demonstram a gradativa retomada da capacidade de luta popular. É essa resistência popular que possibilitou os resultados eleitorais de 2002, 2006 e 2010. Nosso povo, insatisfeito com as medidas neoliberais, votou a favor de um outro projeto. Para sua implementação, esse outro projeto enfrentou grande resistência principalmente do capital rentista e setores neoliberais que seguem com muita força na sociedade.

Mas enfrentou também os limites impostos pelos aliados de última hora, uma burguesia interna que na disputa das políticas de governo impede a realização das reformas estruturais como é o caso da reforma urbana e do transporte público.

A crise internacional tem bloqueado o crescimento e, com ele, a continuidade do projeto que permitiu essa grande frente que até o momento sustentou o governo.

As recentes mobilizações são protagonizadas por um amplo leque da juventude que participa pela primeira vez de mobilizações. Esse processo educa aos participantes permitindo-lhes perceber a necessidade de enfrentar aos que impedem que o Brasil avance no processo de democratização da riqueza, do acesso à saúde, à educação, à terra, à cultura, à participação política e aos meios de comunicação.

Setores conservadores da sociedade buscam disputar o sentido dessas manifestações. Os meios de comunicação buscam caracterizar o movimento como anti-Dilma, contra a corrupção dos políticos, contra a gastança pública e outras pautas que imponham o retorno do neoliberalismo. Acreditamos que as pautas são muitas, como também são as opiniões e visões de mundo presentes na sociedade.

Trata-se, no entanto, de um grito de indignação de um povo historicamente excluído da vida política nacional e acostumado a enxergar a política como algo danoso à sociedade.

Diante do exposto nos dirigimos a V. Ex.a para manifestar nosso pleito:

Em defesa de políticas que garantam a redução das passagens do transporte público com redução dos lucros das grandes empresas. Somos contra a política de desoneração de impostos dessas empresas.

O momento é propício para que o governo faça avançar as pautas democráticas e populares, e estimule a participação e a politização da sociedade. Nos comprometemos em promover todo tipo de debates  em torno desses temas e nos colocamos à disposição para debater também com o Poder Público.

Propomos a realização com urgência de uma reunião nacional, que  envolva os governos estaduais, os prefeitos das principais capitais,  e os representantes de todos os movimentos sociais.

De nossa parte, estamos abertos ao diálogo, e achamos que essa reunião é a única forma de encontrar saídas  para enfrentar a grave crise urbana que atinge nossas grandes cidades. O momento é favorável. São as maiores manifestações que a atual geração vivenciou e outras maiores virão. Esperamos que o atual governo escolha governar com o povo e não contra ele.

 

Assinam:

ADERE - Associação dos Trabalhadores Assalariados Rurais  de MG

Assembleia Popular

Jornalistas do Barão de Itararé

CIMI - Conselho Indigenista Missionário

CMP - Central de Movimentos Populares

MMC -Movimento de Mulheres Camponesas

CMS - Coordenação de Movimentos Sociais

Coletivo Intervozes pela Democratização dos Meios de Comunicação

CONEN - Coordenação Nacional das Entidades Negras

Consulta Popular

CTB - Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil

CUT - Central Única dos Trabalhadores

Fetraf - Federação dos agricultores familiares

FNDC - Forum Nacional pela Democratização da Mídia

FUP - Federação Única dos pPtroleiros

Juventude Koinonia (das igrejas cristãs tradicionais)

Levante Popular da Juventude

MAB - Movimento dosa tingidos pro barragens

MAM - Movimento Nacional pela Soberania Popular frente a Mineração

MCP - Movimento Camponês Popular, de Goiás

MMM - Marcha Mundial de Mulheres

Movimentos da Via Campesina

MPA-  Movimento dos Pequenos Agricultores

MST- Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

SENGE/PR- Sindicato dos Engenheiros do Paraná

Sindipetro – Sindicato Petroleiros de São Paulo

SINPAF- Sindicato dos Trabalhadores e Pesquisadores da EMBRAPA e Codevasf

UBES- União brasileira de estudantes secundaristas

UBM - União Brasileira da Mulher

UJS -  União da Juventude socialista

UNE -  União Nacional dos Estudantes

UNEGRO - União Nacional do Negro

Comentários

DISQUE CORRUPÇÃO Estamos

DISQUE CORRUPÇÃO Estamos criando uma central comunitária de atendimento telefônico destinada a receber informações anônimas da população brasileira sobre atos de corrupção que acarretam o empobrecimento do  nosso povo, que sofre as consequências, principalmente o desvio de dinheiro público(os impostos que a população brasileira paga com sacrifício)  da saúde pública e da educação, entre outros serviços básicos. Com esta ferramenta a disposição, a população passará  a participar de maneira segura da luta contra a corrupção através da garantia do anonimato inclusive em casos de pagamento de recompensa. As ligações não serão rastreadas ou gravadas. Os resultados do Disque Corrupção serão repassados à imprensa para reforçar a imagem do serviço e estimular um maior número de pessoas a prestar informações. O projeto está alicerçado na utilização da mídia para mobilizar a população contra a corrupção em nosso país, pois a luta contra a corrupção  é o  tema principal das mobilizações populares que estão acontecendo nas ruas de nosso país. O valor da recompensa será de 30% do valor dos bens e do dinheiro recuperado do fruto da corrupção, em que foi feita a denúncia. Por enquanto estamos disponibilizando o e-mail aleimolhada@gmail.com para receber as denúncias. TRANSITOMAISHUMANO.BLOGSPOT.COM TODO PODER EMANA DO POVO E A CORRUPÇÃO TEM QUE  SER COMBATIDA E VENCIDA PELO POVO. PARTICIPE! SEJA UM VOLUNTÁRIO HONESTO AJUDE A MUDAR O BRASIL!   

Carta Aberta dos Movimentos Sociais

A nota é realmente patética. É preciso trabalhar para despertar a consciência, e não manter o status quo, inclusive dos assim chamados movimentos sociais.

Carta Aberta para a presidenta Dilma Rousseff

Apoiado!Em tempo:faltou um'f'no nome da presidenta!!!

Movimento Brasil Contra Reeleição (MBCR) já!

O Brasil precisa urgentemente é de acabar com o golpe da reeleição. Considero reeleição um golpe na DEMOCRACIA. É extremamente desigual a disputa de quem está no poder com qualquer candidato de oposição. Além do mais, a farra com o dinheito público é escandalosa. Sacos de dinheiro, envelopes cheio de dinheiro dirigidos a políticos,  .... Será que isso é normal? Será que isso é democracia?

Carta aberta dos movimentos sociais para a presidenta Dilma Rous

A nota é patética companheiros, elaborada a partir do medo absoluto da desimportância que os ditos movimentos sociais tem na vida do país, diante da emergência de sujeitos novos e autónomos. A nota não aponta para rumo nenhum, não faz a autocrítica que o movimento social deve fazer urgente diante da subordinação que se estabeleceu face ao Estado. A nota não dá conta da emergência dos novos sujeitos em cena, se contenta em avaliar os riscos da governabilidade do Governo Dilma, é uma vergonha que os movimentos não proponham uma agenda avançada para as ruas, não apenas progressista, mas com radicalidade, capaz de abrir um ciclo novo na luta anticapitalista. A nota também não cria nada, nenhuma imaginação nova, nenhuma proposta de Poder Popular, em contraposição aos muitos poderes da mídia golpista. A nota é a expressão dos movimentos socias: Acabrunhada, sem discurso, envergonhada por não ter o que dizer.

Pronunciamento

O Brasil acordou?Eu esperei que a presidente dissesse humildemente que errou mas que a força das ruas a fez acordar para uma nova tomada de posição não ao lado do povo,mas sim junto.Esperava ouvir que convocou uma reunião para hoje(sábado)com todos os ministérios para avaliar os que permaneceriam por serem necessários de fato e anunciasse a extinção da maioria inútil.No domingo uma reunião com as casas legislativas(Cãmara e Senado) para entendimentos e apoio à essa nova politica de ações conjuntas e tendo como 1º ato desengavetar Projeto de Lei tornando a corrupção crime hediondo e para alguns especificos(saúde,educação),crime de genocidio uma vez que extermina milhares de vidas.Temos sim deputados e senadores bons,honestos e projetos engavetados,sem número que teriam feito o país avançar se os presidentes das casas não barrasem a votação,comandados pelo executivo.Infelizmente esse governo escolheu de que lado ficar.Preferiu fazer alianças com os partidos que condenava antes e tornou as duas casas apenas uma chancelaria dos seus atos,na maioria através de Medidas Provisórias que a cada votação tem um custo politico,que depois é repassado à sociedade.Os cargos de "confiança" proliferam escandalosamente e nem sua arrogancia é capaz de por um freio.A "herança maldita"que herdou gera dividendos cada vez mais pesados para os brasileiros.Sindicatos,Movimentos Sociais etc,cooptados perderam totalmente a dignidade e não mais representam essas populações que viraram massa de manobra tornando este país uma grande "ONG"desvirtuada com fins lucrativos para alguns.Não sou neoliberal,não sou socialista e nem comunista.Sou apenas uma cidadã brasileira que resguardou os valores e o amor à pátria mãe que não mais é gentil nem está deitada em berço esplêndido graças ao cinismo que lhe deu um daqueles abraços de urso que é dificil de soltar.Saltou aos olhos que as manifestações iniciaram com uma maioria de classe média que nem utiliza transporte coletivo,mas que usou os 0,20 centavos para gritar sua indignação contra todo mar de lama e o descaso deste governo com "toda"população independente de classe social ou racial.Está tão entranhado esse sentimento de esquerda e direita que cega e enlouquece as pessoas que a violencia vista não surpreende.Um não vive sem o outro.Todo sistema que radicaliza para um só lado é ditador.Todo sistema que toma o rumo de livrar-se de todos os valores a titulo de preconceito emburrece,todo sistema que impõe seu pensamento como única verdade destrói a humanidade como já se viu no passado no mundo inteiro.A retórica é sempre melhor para atingir-se o equilibrio.A impunidade geral para os que roubam e a absolvição para los hermanos que roubam também mas são vistos apenas como "mal feitos"desacreditou a sociedade.Não me impressiono com pesquisas de popularidade porque esses Institutos também são manipulados por quem dá mais.Aliás seria um grande bem que não mais existissem para induzir a politica como fosse um jogo de loteria.Campanhas partidárias semelhantes à uma propaganda de produtos já extrapolaram todos os limites.Não servem de base para que o brasileiro avalie a criatura que pleiteia cargos públicos.São apenas personagens de um filme de mau gosto.Uma midia "democraticamente"amordaçada em determinados comentários também não serve mais.Não existe meia democracia,na informação correta,aprofundada com conhecimento de fato daquilo que se está abordando.Quando se educa um filho não se diz à ele que em casa voce pode mandar mamãe calar a boca,mas quando tiver pessoas por perto olhando,ouvindo não.Enfim,minhas esperanças de que Dilma tivesse tomado uma decisão de libertar-se das amarras do PT,PMDB e demais nanicos e governasse do seu jeito o que poderia aí sim faze-la uma estadista acabaram ontem com seu pronunciamento.E não posso encerrar sem dar uma resposta aos que novamente se arvoraram em lutadores e pais da Democracia na época da ditadura sem dizer-lhes que estão sendo régiamente pagos com nosso dinheiro com indenizações fartas com raríssimas excessões.Quando a Alemanha decidiu indenizar os judeus que tiveram suas familias dizimadas no HOLOCAUSTO,tenho muito orgulho de dizer que NENHUM judeu aceitou porque o genocidio de 6 milhões de pessoas não pode ser amenizado com dinheiro.A luta pelo bem do povo não pode ser precificada pois perde a dignidade do ato praticado voluntáriamente.

Pronunciamento

O Brasil acordou?Eu esperei que a presidente dissesse humildemente que errou mas que a força das ruas a fez acordar para uma nova tomada de posição não ao lado do povo,mas sim junto.Esperava ouvir que convocou uma reunião para hoje(sábado)com todos os ministérios para avaliar os que permaneceriam por serem necessários de fato e anunciasse a extinção da maioria inútil.No domingo uma reunião com as casas legislativas(Cãmara e Senado) para entendimentos e apoio à essa nova politica de ações conjuntas e tendo como 1º ato desengavetar Projeto de Lei tornando a corrupção crime hediondo e para alguns especificos(saúde,educação),crime de genocidio uma vez que extermina milhares de vidas.Temos sim deputados e senadores bons,honestos e projetos engavetados,sem número que teriam feito o país avançar se os presidentes das casas não barrasem a votação,comandados pelo executivo.Infelizmente esse governo escolheu de que lado ficar.Preferiu fazer alianças com os partidos que condenava antes e tornou as duas casas apenas uma chancelaria dos seus atos,na maioria através de Medidas Provisórias que a cada votação tem um custo politico,que depois é repassado à sociedade.Os cargos de "confiança" proliferam escandalosamente e nem sua arrogancia é capaz de por um freio.A "herança maldita"que herdou gera dividendos cada vez mais pesados para os brasileiros.Sindicatos,Movimentos Sociais etc,cooptados perderam totalmente a dignidade e não mais representam essas populações que viraram massa de manobra tornando este país uma grande "ONG"desvirtuada com fins lucrativos para alguns.Não sou neoliberal,não sou socialista e nem comunista.Sou apenas uma cidadã brasileira que resguardou os valores e o amor à pátria mãe que não mais é gentil nem está deitada em berço esplêndido graças ao cinismo que lhe deu um daqueles abraços de urso que é dificil de soltar.Saltou aos olhos que as manifestações iniciaram com uma maioria de classe média que nem utiliza transporte coletivo,mas que usou os 0,20 centavos para gritar sua indignação contra todo mar de lama e o descaso deste governo com "toda"população independente de classe social ou racial.Está tão entranhado esse sentimento de esquerda e direita que cega e enlouquece as pessoas que a violencia vista não surpreende.Um não vive sem o outro.Todo sistema que radicaliza para um só lado é ditador.Todo sistema que toma o rumo de livrar-se de todos os valores a titulo de preconceito emburrece,todo sistema que impõe seu pensamento como única verdade destrói a humanidade como já se viu no passado no mundo inteiro.A retórica é sempre melhor para atingir-se o equilibrio.A impunidade geral para os que roubam e a absolvição para los hermanos que roubam também mas são vistos apenas como "mal feitos"desacreditou a sociedade.Não me impressiono com pesquisas de popularidade porque esses Institutos também são manipulados por quem dá mais.Aliás seria um grande bem que não mais existissem para induzir a politica como fosse um jogo de loteria.Campanhas partidárias semelhantes à uma propaganda de produtos já extrapolaram todos os limites.Não servem de base para que o brasileiro avalie a criatura que pleiteia cargos públicos.São apenas personagens de um filme de mau gosto.Uma midia "democraticamente"amordaçada em determinados comentários também não serve mais.Não existe meia democracia,na informação correta,aprofundada com conhecimento de fato daquilo que se está abordando.Quando se educa um filho não se diz à ele que em casa voce pode mandar mamãe calar a boca,mas quando tiver pessoas por perto olhando,ouvindo não.Enfim,minhas esperanças de que Dilma tivesse tomado uma decisão de libertar-se das amarras do PT,PMDB e demais nanicos e governasse do seu jeito o que poderia aí sim faze-la uma estadista acabaram ontem com seu pronunciamento.E não posso encerrar sem dar uma resposta aos que novamente se arvoraram em lutadores e pais da Democracia na época da ditadura sem dizer-lhes que estão sendo régiamente pagos com nosso dinheiro com indenizações fartas com raríssimas excessões.Quando a Alemanha decidiu indenizar os judeus que tiveram suas familias dizimadas no HOLOCAUSTO,tenho muito orgulho de dizer que NENHUM judeu aceitou porque o genocidio de 6 milhões de pessoas não pode ser amenizado com dinheiro.A luta pelo bem do povo não pode ser precificada pois perde a dignidade do ato praticado voluntáriamente.

POR UMA DEMOCRACIA DIRETA!

No proprio programa de governo de LULA-DILMA temos respostas para a rua! Foi prometida a vara de pescar, não se deu mais do que uns peixinhos lambaris! O esmola familia de 70 reais.Toda força as cooperativas e a autogestão http://bastadearmas.blogspot.com.br/2013/06/nos-temos-resposta-para-rua-... um projeto popular para o BRASIL, voltemos as bases, com a benção de Paulo Freire façamos o que nunca deveriamos ter deixado de fazer. Educar em comunhão! 

Concordo com Cristovão

Concordo com Cristovão Buarque tem que convocar juntos, todos os partidos de esquerda, uma assembléia nacional constiuinte exclusivamente para propor a reforma política no país. Depois da reforma termina o mandato. Porque esse congresso aí, no mínimo viciado e no máximo corrupto, atuando numa constituinte é igual a raposa tomando conta do galinheiro. Achei impressionante a agressividade de alguns jovens, é preciso que os Estados e os muncipios escutem esses jovens. Cadê o Estatuto da Juventude? Tinha um manifestante vândalo com a frase nas costas: ódio puro concentrado. Seria un skinhead? Vá odiar assim lá na alemanha nazista! Acho que a presidente deveria ir para TV dizer toda a verdade, como trabalha sobre pressão e chantagem desses partidos que são da base aliada (e que base, ninguém merece, fisiológica, clientelista, venal). Tem que colocar o pingo nos iis e nos jotas. Tem que fazer um discuro agora, já, eja pra perder ou ganhar a próxima eleição. Mas se perder entra para história com dignidade, é ultrajante ficar refém desses picaretas. Tem que romper com a política fisiológica do toma lá dá cá. Agora é a revolução da Presidenta. 

Sobre Dilma

Realmente, infelizmente Dilma durante seu discurso ontem 21/06 não escancarou as mazelas que é governar num congresso "viciado"... Não há Gandhi como presidente para dar jeito em como isso se segue, e esta tentativa de guiar os manifestos para o ódio pessoal é degradante..Só no Brasil pensar que fará manifestação popular com Skinhead pensando em sociedade igualitária. Quando começar o quebra-quebra ficará pensando embasbacado "como isto é possível"?

GOVERNO

Entenda GOVERNO como +/- 460 deputados  +/- 110 senadores  + 1 presidente da república [somente referente à escala FEDERAL]

acefalia e histeria dominam a

acefalia e histeria dominam a sociedade do espetáculo 

Deixe seu comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Mais informações sobre as opções de formatação

CAPTCHA
Esse desafio é para nos certificar que você é um visitante humano e serve para evitar que envios sejam realizados por scripts automatizados de SPAM.
4 + 13 =
Resolva este problema matemático simples e digite o resultado. Por exemplo para 1+3, digite 4.