Coluna

O povo mais uma vez leva a culpa

Imagem de perfil do Colunista
12 de Maio de 2016 às 15:18
O povo não está no Congresso Nacional / Divulgação
Regras das eleições fazem com que Congresso seja qualquer coisa, menos do povo

Nos últimos meses tenho ouvido e lido inúmeras opiniões de gente contra e a favor do golpe que está em andamento, dizendo que a culpa de o Brasil estar passando por tudo isso é do povo. 

Uns dizem que o Congresso Nacional é o retrato da nossa sociedade e que foi o povo que colocou cada senador e deputado que lá está. Outros dizem que, se o povo soubesse reconhecer o que representou o governo do PT nesses 14 anos, uma maioria estaria permanentemente nas ruas para defender esse governo. E tem aqueles que dizem que o povo é merecedor de todo retrocesso que o Brasil pode vir a ter com essa crise. 

Vamos lá. Não concordo que o congresso é a cara do povo, pelo simples fato dos parlamentares terem chegado ali por um sistema econômico e político que não favorece a democracia. As regras estabelecidas nas eleições fazem com que o Congresso seja qualquer coisa, menos a cara do povo. 

Autocrítica

Aos que dizem que o povo é mal agradecido, é bom lembrar que os 14 anos de governo do PT por si só não são capazes de fazer o povo vir em massa para as ruas. Um pouco de autocrítica às vezes cai bem. 

Para finalizar, quero que você, leitor, repare como a turma que destila o ódio está crescendo. Quem diz que o brasileiro é merecedor das coisas ruins que o Brasil tem, ou possa vir a ter, está fazendo (mesmo que sem querer) o trabalho de base da extrema direita e dos grupos conservadores. 

Jogar a culpa no povo não me causa estranheza, a violência com que isso está acontecendo é que me deixa em alerta.