Comunicação

Jean Wyllys assume coordenação da Frente Parlamentar Pela Liberdade de Expressão

A Frentecom tem como objetivo acompanhar os debates sobre direito à comunicação e à liberdade de expressão

São Paulo (SP)

,
"É uma honra assumir a coordenação da Frentecom, continuando o trabalho da minha colega e companheira Luiza Erundina", afirma Jean Wyllys / Divulgação

A Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito à Comunicação com Participação Popular (Frentecom) tem como novo coordenador o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), que está sucedendo Luiza Erundina (PSOL-SP) no cargo. A posse aconteceu no Salão Nobre da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (23). 

"É uma frente muito necessária, ainda mais nesse cenário político instaurado depois do golpe contra a democracia, que coloca em risco as conquistas sociais alcançadas pelo nosso país, os direitos humanos e as liberdades individuais", afirmou o deputado.

A agenda de atuação para 2016 e 2017 foi apresentada no evento, e os eixos centrais dela serão a defesa da comunicação pública, o combate à perseguição de blogueiros e ativistas de comunicação e a defesa da internet livre, aberta e neutra.

Segundo Wyllys, a Frente visa "a ampliação e a democratização do acesso à internet e a promoção de uma maior democratização da comunicação social, aproveitando as novas tecnologias."

Origem

A Frentecom é uma iniciativa que surgiu na Câmara dos Deputados a partir do debate entre parlamentares e entidades da sociedade civil. Ela tem como objetivo acompanhar os debates sobre direito à comunicação e à liberdade de expressão no Estado brasileiro, especialmente na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara (CCTCI) e no Ministério das Comunicações.

A organização está articulada para promover audiências públicas, elaborar projetos de lei e atuar para que a participação e o interesse popular tenham espaço efetivo nas decisões tomadas quanto ao setor de comunicação.

Edição: Camila Rodrigues da Silva