Paraná

Novo pacote de Richa quer colocar estatais à venda


Capital excedente e imóveis da Copel e Sanepar estão à venda pelo PL 149/2016

Curitiba (PR)

,
Audiência pública realizada nesta terça-feira (30) colocou em debate a proposta do novo pacote de ajuste fiscal do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB) / Pedro Carrano

Uma audiência pública convocada pelo deputado estadual Tadeu Veneri (PT) nesta terça-feira (30) colocou em debate a proposta do novo pacote de ajuste fiscal do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), e os impactos sobre as empresas estatais de água e energia do estado.

O espaço foi realizado na Assembleia Legislativa e contou com a presença de deputados estaduais da oposição ao governador. Contou também com organizações, como é o caso da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e cerca de vinte entidades sindicais. 

As entidades e parlamentares presentes criticaram a forma como o atual governo lida com o Estado, retirando direitos sociais em meio à crise. Foram críticos também ao fato de o Projeto de Lei 149/2016 colocar à venda ações das duas principais empresas estatais do estado, Copel (energia) e Sanepar (água), ao lado de imóveis pertencentes a elas. 

“Há uma tentativa permanente de Richa de querer privatizar as estatais. Neste pacotaço, já está à venda o capital excedente das empresas”, afirma Robson Formica, do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), uma das organizações presentes à audiência.