EDUCAÇÃO

Contra PEC 241, escolas começam a ser ocupadas em Minas Gerais

Em todo o Brasil, estudantes já ocupam 208 instituições de ensino

Belo Horizonte

,
Estudantes ocupam Escola Estadual Milton Campos, em Belo Horizonte / Mídia NINJA

O governo não eleito de Michel Temer articulou e, junto a deputados aliados, aprovou na Câmara a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, na segunda (10). Em resposta, estudantes do ensino médio iniciaram a ocupação de escolas em todo o país, chegando ao número de 208 na noite de terça-feira (11).

São três escolas ocupadas em Minas Gerais. Em BH, a Escola Estadual Governador Milton Campos, conhecida como Estadual Central, foi ocupada em 6 de outubro. A segunda, a Escola Estadual Ricardo Souza Cruz, ocupada em 7 de outubro. E o Campus Januária do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG), ocupado em 11 de outubro.

Os estudantes também reivindicam a extinção da Medida Provisória 746, de Reforma do Ensino Médio. A aluna do Estadual Central e diretora da União Brasileira dos Estudantes (UBES), Bruna Helena Fagundes, explica que os pontos mais discordantes são o aumento da carga horária diária para oito horas, sem uma proposta de qualificação do ensino; a não obrigatoriedade das matérias de filosofia, artes, sociologia e educação física; e a contratação de professores por “notório saber”, sem a necessidade de um diploma de licenciatura.

Sobre a reação de pais, estudantes e professores, Bruna afirma que tem sido de compreensão. “Eles acham que estamos errados. Mas quando vêm até aqui e explicamos sobre a PEC e a MP, acabam entendendo”, relata. “Assim como a população está se convencendo de que o governo Temer é ruim, vão se convencer também sobre as propostas para educação”.

Protestos

Foto: Levante Popular da Juventude

Outras cidades de Minas também protestaram contra a PEC. Estudantes do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), em Uberaba, foram às ruas em 10 de outubro, parando a avenida Leopoldino de Oliveira. Em Uberlândia mais de 500 estudantes manifestaram-se, em 10 de outubro. Em Viçosa os estudantes da Universidade Federal de Viçosa (UFV) foram às ruas em 7 de outubro.

Próximas ações

A Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) tem ocupação cultural marcada para os dias 13 e 14 de outubro. E no dia 17 de outubro está prevista uma manifestação, às 18h, na Praça Afonso Arinos em Belo Horizonte.