Desastre

Haiti perde o equivalente a 20% do PIB por conta de furacão Matthew

Valor das perdas é da ordem de US$ 2 bilhões; mais de 175 mil perderam seus lares e pelo menos 546 morreram

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Destruição causada matou 546 pessoas segundo levantamento / Logan Abassi / UN / Minustah

A destruição causada pela passagem do furacão Matthew no Haiti no dia 4 de outubro, representa perdas da ordem de US$ 2 bilhões. A estimativa foi anunciada pelas autoridades do país. A gravidade da situação é exemplificada no total de pessoas que perderam suas casas: 175 mil.

Levantamentos conduzidos com apoio de instituições internacionais, como o Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento, apontam que, no total, as perdas representam 124,8 bilhões de gourdes haitianos, valor que equivale a US$ 1,9 bilhão, o que representa 20% do PIB do país.

De acordo com o último levantamento governamental, 546 morreram por conta da passagem do furacão.

Os impactos penalizam a economia mais pobre da região caribenha. Considerada a principal área agrícola do país, a região sul foi destruída por tempestades e ventos de mais de 250 quilômetros por hora. O setor teve perdas no valor de US$ 600 milhões.

Eleições

Em meio a uma situação difícil, o contexto do Haiti se agrava por conta de tensões políticas. O primeiro turno da eleição presidencial, ocorrido em 2015, foi anulado devido a denúncias de fraudes. Após diversos adiamentos, estava programado para o último 9 de outubro, mas a passagem de Matthew postergou novamente o pleito.

A realização da nova votação agora está prevista para 20 de novembro. O segundo turno deve ocorrer em 29 de janeiro de 2017.

Edição: Camila Rodrigues da Silva