Hábitos alimentares

Alimento é Saúde | Consumo de sal e açúcar

Reduzir sal e açúcar na alimentação é necessário para uma dieta saudável

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

O Ministério da Saúde brasileiro criou em 2011 um programa para reduzir o sódio de alimentos industrializados / Ministério da Saúde

O aumento da produção de alimentos processados e ultra-processados, tem levado a uma mudança nos hábitos alimentares. Nos últimos anos, são consumidos mais alimentos de alto teor calórico, mais gorduras saturadas e trans, mais açúcar e sal. Além disso, há muitas pessoas que não comem frutas, vegetais e fibras alimentares em quantidades suficientes.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez em 2015, recomendações sobre redução do consumo de sal e açúcar na alimentação. Segundo a organização, cada pessoa deveria limitar o consumo diário de açúcar para menos 10%. Ainda assim, a organização também afirmou que novos estudos demonstram que a redução para menos de 5% – o equivalente a seis colheres ou 25 gramas por dia – proporciona benefícios ainda mais relevantes para a saúde.

Mesmo que não sejam tão doces, muitos alimentos industrializados contém muito açúcar. Por exemplo, cada colher de chá de ketchup contém 4 gramas de açúcar, e uma lata de refrigerante tem até 40 gramas.

Não existem evidências científicas sobre efeitos adversos do consumo de açúcares naturais, ou seja, aqueles contidos em frutas frescas, vegetais ou leite.

Em relação ao sal, a recomendação da Organização Mundial da Saúde é de manter o consumo abaixo de 5 gramas por dia, para prevenir hipertensão e reduzir o risco de doenças cardiovasculares em adultos.

As evidências dos novos estudos são tão claras e fortes que a Organização Mundial da Saúde considera que devem ser adotadas para implementar políticas para diminuir este consumo. Entre as sugestões da agência estão a educação dos consumidores, a regularização de vendas de comidas e bebidas não-alcoólicas contendo grande quantidade de açúcar, além de políticas fiscais dirigidas para estes produtos.

Alguns conselhos práticos para manter uma alimentação saudável:

Comer pelo menos cinco porções (cerca de 400 gramas) de frutas e verduras por dia reduz o risco de desenvolver doenças não transmissíveis, e ajuda a garantir uma ingestão diária suficiente de fibra dietética.

O consumo de sal pode ser reduzido não acrescentando sal ou molho de soja no preparo dos alimentos; não colocando sal na mesa; reduzindo o consumo de aperitivos salgado ou escolhendo produtos com menos sódio.

Os Estados-Membros da OMS concordaram em reduzir até 2025, o consumo de sal na população mundial em cerca de 30%, assim como deter o aumento da obesidade e diabetes em adultos e adolescentes, e o sobrepeso infantil.

—–

—–

Alimento é Saúde é produzido pela Radioagência Brasil de Fato e o Saúde Popular

Locução: Juliana Gonçalves e José Eduardo Bernardes

Produção: Mauro Ramos

Sonoplastia: Adilson Oliveira