Jornada pela Democracia

Apoiadores de Lula se preparam para Assembleia Nacional dos Movimentos Populares

Na programação estão um encontro pela liberdade de expressão e um ato político com a presença do ex-presidente Lula

Brasil de Fato

,

Ouça a matéria:

Iara Bento: "O Lula significa que nós, a classe trabalhadora, temos condições de dirigir o país." / Rute Pina/ Brasil de Fato

Desde ontem, milhares de pessoas estão acampadas em Curitiba em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Elas participam da Jornada pela Democracia, que termina na manhã desta quinta (11). Lula será interrogado ainda hoje pelo juiz federal de primeira instância Sérgio Moro no âmbito da operação Lava Jato.

Na manhã desta quarta, os participantes do acampamento realizam a Assembleia Nacional dos Movimentos Populares, na praça Santos Andrade, no Centro de Curitiba.

Nas redes sociais, a hashtag #LulaEuConfio aparece como a mais utilizada no Brasil. O deputado federal Paulo Pimenta, do PT do Rio Grande do Sul explica o sentido dessa expressão.

"Lula eu Confio, este é o sentido simbólico dessa grande manifestação que nós vamos fazer pra demonstrar que há resistência organizada, democrática e que nós só vamos parar quando a democracia for reconquistada e a gente puder derrubar este golpe que tanto prejuízo e malefício tem trazido pro povo brasileiro."

Uma delegação de deputados e senadores chegou essa manhã à capital parananese.



O estudante de comunicação da Universidade Federal do Paraná, Everton Cesar, também participa do ato em solidariedade ao ex-presidente. "O dia de hoje é pra mostrar que o Brasil tem voz, que o estudante, o pessoal do campo, todo mundo tem voz e juntos a gente pode dar apoio pro ex-presidente Lula."

Para Iara Bento, do movimento negro de São Bernardo do Campo, e que está no acampamento em Curitiba, interrogar Lula é uma afronta à toda classe trabalhadora.

"Ele é a nossa cara. É o jovem, é a criança, é o idoso. É a pessoa que passou fome lá no Nordeste e que veio pra são Paulo em um determinado momento, e que hoje pode sonhar de ver seu filho se formar numa faculdade, de poder ter uma casa melhor, de dar uma condição estrutural pra sua família, de poder saber que ele vai ter pra onde chegar, na sua casa, ou na faculdade ou no trabalho."

Em nota, a Frente Brasil Popular ressaltou o clima das manifestações como “de paz, alegria e disposição para defender um estado democrático de direito que garanta direitos sociais”.

Na programação da Jornada pela Democracia, em Curitiba, estão ainda um encontro pela liberdade de expressão e de um ato político, com a presença do ex-presidente Lula.

Edição: Camila Rodrigues