Argentina

Polícia encontra suposto corpo de Santiago Maldonado; família alerta para manipulação

Jovem está desaparecido há 78 dias; marcha em Buenos Aires pede responsabilização do governo argentino por sequestro

Brasil de Fato| São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

Santiago Maldonado é o primeiro desaparecido desde a abertura política no país / Notas Periodismo Popular

Um corpo encontrado nas margens do rio Chubut, na região da Patagônia, na Argentina, foi apontado pela polícia como sendo, possivelmente, de Santiago Maldonado, desaparecido desde agosto após ter sido levado pela polícia durante protesto em um território indígena.

Por meio de uma postagem na página do Facebook criada para auxiliar nas mobilizações de busca do tatuador de 28 anos, a família se pronunciou, alertando para uma suposta "manobra do governo de implantar o corpo sem vida de Santiago no território Mapuche".

Um ato foi convocado para esta quarta-feira, dia 18, na Praça de Maio, para responsabilizar o governo argentino pelo sequestro de Maldonado e exigir respostas.

Além disso, familiares dizem que o local onde supostamente o corpo teria sido encontrado já tinha sido vasculhado por no mínimo três vezes.

No momento, nem a família nem o governo podem confirmar que o corpo é de Maldonado porque ainda não foi realizada uma perícia.

A versão oficial da polícia segue a de que Maldonado se afogou, mesmo essa possibilidade tendo sido descartada por especialistas e testemunhas. Pessoas presentes no momento do desaparecimento revelam que o jovem não chegou a cruzar o rio.

Com informações da Agência EFE e Resumem

Edição: Vanessa Martina Silva