Soberania Nacional

Quais as consequências do leilão do pré-sal para o país?

Governo vende para empresas estrangeiras 6 dos 8 blocos ofertados

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

Petróleo brasileiro é vendido para exploração de empresas estrangeiras / Felipe Dana / Ag. Petrobras

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realizou no último dia 27 o leilão de áreas do pré-sal que envolve as bacias de Santos e Campos. O pré-sal, que são grandes reservas de petróleo e gás natural, foi descoberto em 2006 e compreende 800 km do litoral brasileiro. A retirada do petróleo ficava sob responsabilidade da empresa estatal Petrobras em parceria com empresas estrangeiras. 

Com a entrada de Temer no poder, as regras para a exploração do petróleo foram modificadas e as áreas do pré-sal estão sendo leiloadas para empresas estrangeiras, sob a justificativa de resolver a crise brasileira. No quadro desta semana, a ouvinte quer saber as consequências dessas ações:

“Meu nome é Renata, tenho 23 anos, sou professora da Prefeitura de São Paulo e eu queria entender um pouco melhor sobre as vendas que tão acontecendo em torno do pré-sal, a privatização. Quais as consequências no âmbito nacional pra isso tudo que está acontecendo?”

"Olá Renata, aqui é Cibele Vieira, eu sou diretora da Federação Única dos Petroleiros (FUP). O pré-sal é muito petróleo. É mais petróleo do que Irã, mais petróleo do que Iraque, mais petróleo que quase todos os países do mundo, a gente fica entre os cinco maiores. E obviamente o petróleo é um bem que é disputado, então, tem muito interesse em cima dessa grande descoberta brasileira. Se a gente for ver, a Petrobras era operadora única, agora eles mudaram a lei e não é mais. Uma das maiores vencedoras desse leilão foi a Shell, então a gente perde autonomia da nossa produção de petróleo, a gente perde inclusive o controle. Com isso, a gente coloca em risco o quanto de dinheiro que vai para o Fundo Social, que é destinado pra saúde, educação, geração de novas tecnologias e outros fins de desenvolvimento nacional. Outra coisa que mudou nesse leilão também é a questão do conteúdo local. O que é o conteúdo local? É que você tem que produzir, comprar plataforma, navio, fabricado no Brasil, pra gerar emprego e desenvolvimento na indústria brasileira. Eles tiraram essa questão de conteúdo local. Isso atinge diretamente o emprego. Nós estamos entregando nossas riquezas nacionais pra sustentar um governo ilegítimo no poder", finaliza. 

Edição: Camila Salmazio