Saúde

Consumo de gengibre melhora problemas no estômago e auxilia na redução de enjoos

De origem asiática, a especiaria é indicada para desintoxicar o organismo, além de ajudar nos problemas digestivos

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

Gengibre pode ser consumido em chá ou cru / commons.wikimedia

De sabor picante, o gengibre é grande conhecido dos brasileiros por ser um dos principais ingredientes do quentão, bebida típica das festas juninas. Além de saboroso, o tubérculo tem inúmeros benefícios para a saúde, começando pela melhoria do sistema imunológico:  

"Ele tem muitas substâncias antioxidantes. Então, pensando na imunidade, o gengibre é um excelente aliado. Isso de qualquer forma, seja através do chá, da água, do consumo dele cru", explica a nutricionista Carla Caratin.

Ela afirma também que a maneira mais comum de se consumir o gengibre é em forma de chá, principalmente quando se tem dor de garganta, gripe ou resfriado. O rizoma possui propriedades que desintoxicam e purificam o corpo.

"Por ser um alimento que tem essa capacidade de ser antibactericida e anti-séptica, ele acaba tendo esse benefício, pensando nessa limpeza do organismo e no combate aos vírus e bactérias. A gente também consome muito o gengibre em conserva e o cristalizado, principalmente pra fazer doces ou até nessa questão de dores de garganta", diz. 

Quem sofre de artrite, que é a inflamação de uma ou mais articulações do corpo, também pode se beneficiar das propriedades anti-inflamatórias do gengibre. A nutricionista explica que o consumo frequente do tubérculo forma uma camada protetora no estômago, o que auxilia na digestão, na diminuição dos gases e no tratamento da azia. 

Apesar de alguns mitos em torno da ingestão do gengibre por gestantes, o rizoma pode ser um excelente aliado no combate às crises de enjoos, muito comuns nos primeiros meses da gravidez.

"O gengibre, por ter uma quantidade grande de vitamina B6 e por ter essa propriedade contra as náuseas, ele é um excelente aliado no início da gestação e pode ser consumido até dois gramas por dia, sem nenhum risco pra mulher", relata Caratin.

O consumo ainda é recomendado para quem quer perder peso. O gengibre é termogênico, capaz de aumentar a temperatura do corpo e acelerar o metabolismo, ação fundamental para a perda de gordura.  

Edição: Camila Salmazio