Saúde

Lentilha: prosperidade no ano novo, sorte e proteína para o dia a dia

Com diversos benefícios nutricionais, a leguminosa é indicada para consumo durante o ano todo

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

Lentilha é fonte de proteína, cálcio e ácido fólico / Pixabay

Além de oferecer benefícios para a saúde, a lentilha é símbolo de prosperidade e sorte. Uma superstição italiana trazida ao Brasil pelos imigrantes diz que comer pelo menos uma colher do alimento da família das leguminosas na ceia de Réveillon atrai fartura à mesa durante todo o ano.

E por falar em ano todo, que tal incorporar a iguaria no cardápio do dia-a-dia e aproveitar todos os benefícios que ele traz para o corpo?

A nutricionista Carla Caratin indica o consumo da lentilha em saladas, no macarrão, para substituir carnes e até o próprio feijão.

“Ela cada vez mais vem sendo utilizada pelos vegetarianos e veganos para fazer bolinhos, hambúrgueres, tortas, exatamente pelo fato de ela ser rica em proteína de origem vegetal”, diz.

A lentilha tem grande concentração de proteína, segundo Caratin. Por isso, o consumo desse alimento pode auxiliar na construção e reparação do tecido muscular. Os grãos também ajudam na prevenção do câncer de colo retal e no controle do açúcar no sangue, devido a presença de fibras. 

“É um ótimo alimento para os diabéticos, porque essa fibra solúvel também vai ajudar no controle da velocidade da absorção do açúcar”, explica a nutricionista.

Para quem sofre com problemas cardiovasculares, pode encontrar na lentilha um auxílio no controle e absorção dos níveis de gordura na corrente sanguínea. A nutricionista ainda indica o consumo da lentilha em substituição ao leite de vaca. Além do cálcio, os grãos possuem grande quantidade de ácido fólico, nutriente importante para as gestantes no combate da anemia e na formação do tubo neural do bebê.

“Em 100 gramas de lentilha cozida, que seria aproximadamente uma concha grande, a gente consegue 45% da necessidade de ácido fólico diário dessa mulher”, menciona.

Quem consome a lentilha pode ter um aumento na formação de gases no aparelho digestivo. Para resolver esse desconforto, Carla Caratin recomenda deixar os grãos de molho na água antes do preparo: 

“As leguminosas tem uma quantidade grande de fitato na cama externa da sua casta e dificulta a digestão. Quando a gente deixa esses grãos de molho, esse processo neutraliza esses fitatos e acaba facilitando a digestão”, ensina.

Deixar o alimento de molho também vai fazer com que os nutrientes sejam melhor absorvidos pelo organismo, aproveitando ao máximo tudo que a lentilha pode nos oferecer.

Edição: Camila Salmazio