CINEMA E MATERNIDADE

Projeto promove integração e lazer de mães de recém-nascidos a partir do cinema

O projeto CineMaterna existe em redes de cinema de 45 cidades brasileiras

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,

Ouça a matéria:

Sessão de cinema destinada à mães com bebês recém-nascidos ganha mais espaço nas cidades brasileiras / Foto: Cinematerna

Cinema e maternidade. Para muitas mães recém saídas do pós-parto pensar em frequentar uma sala de cinema com um bebê é algo impensável. No entanto, não é impossível. Há dez anos uma iniciativa tem permitido que mulheres com seus filhos recém-nascidos retomem o convívio social e o lazer a partir do cinema.

O projeto CineMaterna , que atualmente existe em redes de cinema de 45 cidades brasileiras, busca criar um ambiente adequado dentro da sala de cinema para permitir que as mães possam levar os bebês para as sessões. A fundadora da inciativa, Irene  Nagashima, conta que  o CineMaterna surgiu na cidade de São Paulo a partir da vontade de um grupo de mulheres retomar a vida social após o parto. 

“Fomos ao cinema com os bebês, durante a  semana, numa sessão que é mais tranquila, à tarde, e aquilo foi tão libertador para nós. A gente saiu, foi tomar um café, ficamos conversando por mais de quatro horas e declaramos que aquele seria o nosso programa dessa fase que o bebê é ainda pequeno. E foi muito bacana, o grupo começou a aumentar”, explica a idealizadora. 

De acordo com a Associação CineMaterna, no ano passado, cerca de 77 mil pessoas, entre adultos e bebês passaram pelo projeto. O diferencial da iniciativa está em proporcionar um ambiente adequado para que as mães possam estar com os seus bebês. A sessão especial tem o volume do som reduzido, ar condicionado mais suave e trocadores abastecidos com fraldas, pomadas e lenços umedecidos dentro da sala.

Nagashima destaca que o projeto também tem a preocupação em garantir o acesso das mães de baixa renda às sessões de cinema. A fundadora do CineMaterna explica que no site do projeto cinematerna.org.br é possível encontrar sessões que disponibilizam cortesia especial.

“Em quase todas as regiões têm cortesia nas sessões do CineMaterna, tem uma mãozinha no site, lá você consegue olhar por cidade e se tiver essa mãozinha tem cortesia para as primeiras mães, meia hora antes da sessão. Normalmente, são distribuídas de cinco a dez cortesias, o que garante um acesso pra quem tem um pouco mais de dificuldade financeira para ir ao cinema. A gente sabe que é um gasto com transporte para chegar lá, então pelo menos com o ingresso a gente consegue ajudar, em conjunto com o shopping que oferece essa cortesia em alguns cinemas”, afirma.

No site do CineMaterna é possível consultar as cidades que já possuem a iniciativa. No estado do Rio, as cidades do Rio de Janeiro, Niterói e Nova Iguaçu já disponibilizam sessões especiais para mães e recém-nascidos. O projeto atende mães com bebês até um ano e meio de vida.

 

Edição: Raquel Júnia