Julgamento

Jovens realizam ato de apoio a Lula em Porto Alegre

Nas intervenções, pessoas que passavam pelo Largo eram convidadas a receber "abraços pela democracia"

Atividades aconteceram durante a tarde de terça, no Largo. / Guilherme Santos/Sul21

O Largo Glênio Peres, no Centro Histórico de Porto Alegre, virou palco de uma manifestação criativa de jovens, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na tarde desta terça-feira (16). Lula será julgado, em segunda instância, no próximo dia 24, na capital gaúcha. Ele recorre da decisão do juiz Sérgio Moro, que o condenou a nove anos e seis meses de prisão, em julho do ano passado.

Nas intervenções, organizadas por integrantes da Via Campesina, pessoas que passavam pelo Largo eram convidadas a receber “abraços pela democracia” e conhecer atividades como “a calculadora do retrocesso”. Com ela, as pessoas eram levadas a questionar quantos anos de atraso as reformas propostas por Michel Temer (MDB) podem significar ao país.

“A atividade teve como objetivo chamar a atenção da população sobre os fatos que vem acontecendo no país, falar sobre os retrocessos do Governo Temer e convocar a população a se mobilizar na defesa da democracia e do direito de Lula concorrer nas eleições de 2018. Participaram das atividades em torno de trinta jovens de movimentos sociais”, diz um texto divulgado pelo grupo.

Outras atividades incluíram ainda o “Cata-Palavras” – em que o participante deveria reconstruir a frase que convidava a população a participar de atos em defesa de Lula – e “Madame Sabe-Tudo” – uma cigana que entregava adivinhações aos porto-alegrenses, do que pode acontecer caso a condenação de Lula seja mantida.

Edição: Sul 21