Entrevista

“Não é nas mochilas das crianças revistadas nas comunidades que vão achar as armas"

A afirmação é da deputada federal, Benedita da Silva, que participou da Rede Lula Livre em Curitiba

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,

Ouça a matéria:

Deputada Federal, Benedita da Silva, do PT-RJ / PT - RJ

A deputada federal pelo PT, Benedita da Silva, participou da Rádio Lula Livre, nesta terça-feira, 1 de maio. Durante a entrevista, ela critica a intervenção militar no Rio de Janeiro. 

Benedita avalia que são os pobres, moradores de favela, que mais estão sofrendo com a medida de segurança adotada pelo governo golpista de Milchel Temer (MDB). 

Enfática, a petista afirma que “não é nas mochilas das crianças revistadas nas comunidades que eles [o exército e a polícia militar] vão achar as armas que estão procurando”. 

Durante a entrevista, ela destaca a importância do combate à miséria e lembra que o país está voltando para o mapa da fome. “Queremos intervenção social nas favelas e não uma intervenção militar”, afirma a deputada. 

Benedita da Silva chama de irresponsável a atitude do governo federal ao avaliar que o “jovem que está na intervenção é o mesmo que, quando sair do quartel, vai morar no morro”. 

“Quem é esse povo que ele [Temer] diz estar protegendo?”, questiona Benedita. “Não é o povo da favela, que está morrendo com a briga do tráfico e das milícias que estão tomando conta do estado”, conclui. 

Ouça a entrevista!

Edição: Katarine Flor