Nutrição

Leite vegetal é feito à base de grãos e sementes e possui diversos benefícios

Bebida traz fibras, cálcio e proteínas e pode ser adicionada na alimentação sem restrições

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

Leite vegetal pode ser feito à base de amêndoas, castanhas e linhaça / Pixabay

Quando se fala em consumo de leite, geralmente pensamos, de primeira, no leite de vaca, mas sabia que é possível obter a bebida também dos vegetais?

O chamado leite vegetal vem ganhando espaço na alimentação, principalmente, dos veganos, pessoas que não consomem nada de origem animal.

Segundo a nutricionista Bianca Giafferis Valim, este tipo de leite é uma bebida com inúmeros benefícios para a saúde:

“A vantagem dos leites vegetais é que eles não tem lactose, eles são ricos em fibras e minerais, vitaminas e proteínas. Eles tem um menor perfil lipídico, que são as gorduras, do que o leite". 

O leite vegetal é feito de sementes, grãos e castanhas, as chamadas oleoginosas, e traz todos os nutrientes destes alimentos como cálcio, ômega e principalmente fibras. A proteína é outro benefício presente em grande quantidade, principalmente, nos de castanhas, nozes e amêndoas. Bianca destaca uma outra vantagem: o leite vegetal não provoca alergia e inflamações.

“Então, por exemplo, o que a gente observa na prática, nas pessoas que tomam leite de vaca. Ela acaba formando mais muco, em crianças observa-se que tem mais otite, tem mais dor de garganta, laringite, esofagite, rinite, as alergias elas vem através do leite de vaca”.

Já a nutricionista Viviane Lago afirma que, apesar dos grandes benefícios do leite vegetal, a grande desvantagem dele é a quantidade de nutrientes que o organismo humano é capaz de aproveitar. Ela indica o leite vegetal para as pessoas que tem restrições ao leite de vaca, que possuem intolerância à lactose ou alergia à proteína do leite do animal.

“Essas bebidas de origem vegetal tem uma biodisponibilidade um pouco menor . Os nutrientes que a gente tem dessas bebidas é o cálcio, algumas bebidas tem até mais cálcio que o leite de vaca, só que a quantidade que nosso corpo aproveita é menor. Então, eu precisaria de mais dessa bebida em quantidade”.

O leite vegetal pode ser encontrado nos mercados na forma industrializada, mas Viviane destaca que os conservantes no produto acabam diminuindo ainda mais a disponibilidade nutricional. De acordo com ela, a saída é produzir o leite vegetal em casa.

“O de castanha seria mais ou menos uma xícara da castanha, de preferência sempre crua e sem sal para três de água filtrada, pensar em cada xícara aí de 250 ml”.

O grão deve ficar de molho antes por cerca de 12 horas, depois, descartar a água e só então bater no liquidificador com uma nova água na quantidade indicada. Após, coloque o alimento em um saquinho fino de tecido e aperte bem para coar. O líquido que sair é o leite vegetal pronto, que deve ser guardado em geladeira por no máximo 3 dias.

Viviane ainda afirma que o indicado é adicionar o leite vegetal na alimentação e não substituir o leite de vaca por completo pelo leite vegetal, a menos que seja um caso específico onde a pessoa não possa consumir a bebida de origem animal.

Edição: Tayguara Ribeiro