Meio Ambiente

Ibama multa empresas de agronegócio por plantio ilegal de soja no cerrado

Mais de 100 milhões de reais em multas foram aplicadas pela operação, nos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia

Ouça a matéria:

Ibama aplica milhões de reais em multas por plantio ilegal de grãos em áreas embargadas no Cerrado / Vinícius Mendonça/Ibama

Mais de 100 milhões de reais em multas foram aplicadas, até o momento, em Operação do Ibama para coibir desmatamento ilegal na região que abrange os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, conhecida como Matopiba.

Em parceria com o Ministério Público Federal, o objetivo do Ibama é responsabilizar empresas e produtores rurais que descumprem embargos de áreas de cerrado desmatadas ilegalmente, comercializando ou financiando produtos agrícolas dessas áreas. A Operação usou dados geoespaciais de cerca de 60 áreas que já haviam sido alvo de desmatamento antes e descumpriram o embargo para que a região se regenerasse.

Cinco tradings foram multadas em mais de 24 milhões de reais por adquirir pouco mais de 49 mil sacas de 60 quilos de soja produzida em áreas embargadas pelo Ibama. Durante a investigação foi constatado que a compra antecipada de grãos financiou a atividade ilegal.

De acordo com o Ibama, o Matopiba é uma região de intensa expansão do desmatamento no Cerrado. Por isso, é necessário maior envolvimento das cadeias produtivas para aumentar a conservação do bioma. o MPF irá propor ação civil pública para que os infratores reparem todos os danos ambientais causados pela atividade ilegal.

Edição: Juca Guimarães