Curiosidade

Coluna Ciências | Rapar engrossa os pelos?

Todo mundo já ouviu falar no assunto, e existe até pesquisa sobre o tema. E aí, será que é mito ou verdade?

Brasil de Fato | Belo Horizonte (MG)

,

Ouça a matéria:

Neymar vive mudando de cabelo e a gente sempre comenta. Cabelos chamam a atenção, né? / Lucas Figueiredo/CBF

Copa do Mundo rolando, um dos maiores eventos do planeta, e eis que o assunto que todos comentam é: o cabelo do Neymar! Sim, cabelos chamam nossa atenção. Tão grande quanto a importância que damos a eles é o número de crenças que os envolvem. Hoje vamos falar sobre algumas delas.

O cabelo nada mais é do que um pelo que cresce na cabeça. A ciência possui até uma área específica para eles, a Tricologia. Os pelos são estruturas presentes na pele dos mamíferos (não confundir com as cerdas dos insetos e aranhas), em sua camada intermediária, a derme.

Na derme há uma estrutura chamada folículo piloso onde o pelo é produzido. Ele é formado basicamente por feixes de células mortas ricas na proteína queratina. Com exceção da raiz, todo o resto do pelo está morto. Por isso, cortar cabelo é algo que não dói, diferente de quando arrancamos um!

Todo mundo já ouviu que raspar os pelos faz com que eles cresçam mais e engrossem. Isso é verdade? Diversas pesquisas já mostraram que não. Em uma delas, homens tiveram apenas uma de suas pernas raspada durante vários meses. Ao final desse tempo, comparou-se o número, o tamanho e a espessura dos fios de ambas as pernas. Não houve qualquer diferença entre elas.

Mas, quando raspamos o pelo temos a nítida sensação de maior aspereza. Isso acontece simplesmente porque, ao cortar o pelo, tiramos a parte mais fina dele, a ponta. Ou seja, fica pra trás justamente a parte mais grossa, próxima à pele. Com o crescimento do pelo, a ponta volta a afinar e essa sensação desaparece.

E depilar sempre uma região, diminui os pelos? Às vezes sim. Pesquisas mostram que arrancar repetidamente um pelo pode ocasionalmente gerar traumas ao folículo, o que pode diminuir o número de pelos de uma área. Na depilação a laser esse processo é amplificado. O laser literalmente torra o folículo!

E tem algo que podemos fazer para o cabelo crescer mais rápido? Não. Ele cresce em média 0,5 a 1 cm por mês e nada que façamos até hoje consegue acelerar isso. Portanto, todo cuidado com as receitas milagrosas que se espalham por aí! 

O que os cientistas já descobriram são formas de se evitar a queda de cabelos (não a calvície, que segue sem uma “cura”) e que eles cresçam mais fortes e saudáveis. Por exemplo, manter uma dieta rica em proteínas, zinco e vitamina B. Mas, nada disso interfere no ritmo do crescimento, apenas na qualidade dos fios.



*Renan Santos é professor de biologia da rede estadual de Minas Gerais.

 

Edição: Joana Tavares