Sufoco

Com dois gols no fim e desabafo de Neymar, Brasil vence a Costa Rica por 2 a 0

Para avançar em primeiro lugar no grupo, basta vencer a Sérvia no próximo dia 27

Brasil de Fato | São Petersburgo (Rússia)

,
O time do Brasil enfrentou a retranca da Costa Rica e conseguiu uma vitória suada / Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira venceu a Costa Rica por 2 a 0 nesta sexta-feira, em São Petersburgo. Os gols foram marcados por Philippe Coutinho e Neymar, que não conteve a emoção e foi às lágrimas assim que o juiz apitou o final do jogo.

Primeiro tempo

A dinâmica inicial do jogo foi semelhante à do confronto com a Suíça. A Seleção enfrentou um adversário ligado, com ao menos nove jogadores atrás da linha da bola e velocidade para contra-atacar. 

O meio-campo costarriquenho levou a melhor nas disputas individuais até os 20 minutos da primeira etapa. Quando partiu para o ataque, a equipe de Óscar Ramirez começou a dar espaços, e o Brasil criou quatro oportunidades de gol, sempre pelo lado esquerdo.

Na primeira, Gabriel Jesus recebeu chute cruzado de Marcelo e estufou as redes, mas a arbitragem assinalou impedimento.

Em seguida, Philippe Coutinho encontrou Neymar livre no bico da área. Na hora de concluir, a bola escapou do atacante brasileiro, que lamentou muito a chance perdida.

Neymar receberia com liberdade na área uma segunda vez. Depois de deixar o zagueiro no chão, ele cruzou com efeito no segundo pau, mas a defesa evitou que a bola chegasse à cabeça de Willian.

Coutinho e Marcelo ainda tentaram surpreender o goleiro em duas finalizações de fora da área, sem perigo para o gol da Costa Rica.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, Tite conseguiu diminuir a diferença entre o volume de jogo lado direito e o lado esquerdo da Seleção. Douglas Costa, que substituiu Willian, incendiou o jogo. 

Aos 4 minutos, ele cruzou com perfeição para Gabriel Jesus, que carimbou o travessão de Navas.

Sete minutos depois, Douglas Costa roubou a bola e tocou para Paulinho, que encontrou Neymar livre na área. O chute do camisa 10 saiu fraco, no meio do gol, e foi desviado para escanteio.

Do lado da Costa Rica, a mudança mais interessante foi a entrada de Bolaños no lugar de Marcos Ureña, para dar mais agilidade ao setor ofensivo. Mas foi o Brasil quem mais produziu.

Tite lançou a equipe no ataque ao promover a entrada de Roberto Firmino, abrindo mão do volante Paulinho.

A melhor oportunidade, em um chute consciente de Neymar, passou perto da trave esquerda. 

Aos 32 minutos, o lance mais polêmico do jogo. Neymar recebeu de Gabriel Jesus e foi puxado pelo defensor da Costa Rica. O árbitro marcou pênalti, mas voltou atrás após rever o lance no vídeo. 

Quando o empate parecia definido, Roberto Firmino ganhou uma disputa improvável de cabeça na área, aos 44. A bola chegou no atacante Gabriel Jesus, que só escorou para o chute certeiro, de bico, de Philippe Coutinho. Foi o segundo dele na Copa 2018.

Nos acréscimos, Neymar aproveitou o desespero da equipe adversária e balançou as redes, sem goleiro, após cruzamento preciso de Douglas Costa. 

O choro do camisa 10 da Seleção depois do apito final foi um desabafo. Desde o último domingo, o atacante sofreu duras críticas pela postura dentro de campo, e respondeu da melhor forma. O gol sacramentou a primeira vitória do Brasil no Mundial da Rússia. 

Para garantir a classificação em primeiro lugar, a Seleção precisa vencer a Sérvia, no próximo dia 27, em Moscou.

Edição: Juca Guimarães