Eleições 2018

Bolsonaro e Alckmin são os mais fieis a Temer

Partidos dos dois candidatos representam a continuidade do atual governo

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,
Atuais adversários, o ex-governador de São Paulo Geraldo Ackmin (PSDB) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) tentam se afastar do pre / Fotos: Divulgação | Arte: Vanda Moraes

Atuais adversários, o ex-governador de São Paulo Geraldo Ackmin (PSDB) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) tentam se afastar do presidente Michel Temer (MDB), que amarga os baixos índices de popularidade da história. Porém os três representam o mesmo campo político quando se observa o comportamento dos partidos a que pertencem, especialmente em temas econômicos.  

Levantamento divulgado pela consultoria Arko Advice mostrou que o PSL, partido para o qual Bolsonaro foi em janeiro de 2018, foi a sigla mais fiel a Temer no primeiro semestre deste ano. Ficou do lado de Temer em 107 votações de interesse do Planalto ocorridas na Câmara dos Deputados. 

A bancada do partido, que tem oito parlamentares, acompanhou o governo em 67,73% das votações. Os tucanos não ficaram muito atrás, ocupando a terceira posição no ranking, com percentual de 63,05%. Entre as duas siglas está o MDB, partido de Temer, que fica em segundo lugar, com 64,34%.   

Os partidos de Bolsonaro e Alckmin ajudaram a aprovar, por exemplo, a proposta que permite a venda do petróleo do Pré-Sal. Juntaram-se a Temer em outras votações menos recentes, como nas denúncias apresentadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente. Bolsonaro, na primeira vez, votou para barrar as investigações contra Temer. Depois, mudou de posição. 

Edição: Laís Melo