Ancestralidade

Com tema sobre religiões afros e indígenas, Festival Percurso espera 10 mil em SP

Encontro cultural acontece no Campo Limpo, neste domingo, com shows do Rincon, Xaxado Novo e mais 40 atrações

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Neste ano, o festival se propõe a ser "o maior terreiro do mundo" para unir culturas e fomentar a economia local / Divulgação/Percurso

Neste domingo (9), acontece em São Paulo a quinta edição do Festival Percurso, tradicional evento do Campo Limpo, na zona sul da capital paulista, organizado por coletivos culturais e de empreendedorismo das periferias paulistanas.

O tema deste ano é "O maior terreiro do mundo", e traz uma programação que reúne a ancestralidade dos povos de terreiro de matriz africana e indígenas à nova geração de visionários da periferia.

A organização do evento espera cerca de dez mil pessoas no domingo e oferece uma programação que abrange crianças, jovens, adultos e idosos, com atrações como Rincon Sapiência, Xaxado Novo, Tião Carvalho – comemorando os 40 anos de carreira –, Bia Ferreira, Mãe Beth de Oxum, de Recife (PE), Slam das Minas SP, Graja Minas e o Maracatu Nação de Kambinda, do Embu das Artes, homenageando a escritora, artista plástica, coreógrafa e folclorista brasileira, Dona Raquel Trindade, que faleceu em abril deste ano.

A proposta, segundo a organização, é levar ao público atividades educacionais, de entretenimento e de geração de renda. O festival acontece na Praça do Campo Limpo (ao lado do terminal de ônibus do Campo Limpo). 

Dividido por tendas, o festival é organizado pela Agência Popular Solano Trindade, que neste ano se une ao movimento Jardim a Jardim, por meio de parceria com a associação C de Cultura.

No sábado, dia 8, acontece o pré-festival, no mesmo local, com o evento Perifa Talks, das 10h às 17h.

Confirme sua presença e saiba mais informações no evento do Facebook do Festival Percurso 2018.

Edição: Pedro Ribeiro Nogueira