LAZER

Pracinha de Boa Viagem recebe o Projeto Recife + Cultura

No evento haverá a apresentação gratuita do grupo Ciranda Raiz da Mata Norte sob o comando do mestre Anderson Miguel

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Das 19 às 22h, moradores e turistas que circulam pela localidade poderão participar e assistir a apresentações gratuitas / Luciano Ferreira/PCR

Nesta quarta-feira (16), na pracinha de Boa Viagem, acontece mais uma edição do Projeto Recife Mais Cultura com a proposta de disseminar e fortalecer as manifestações artísticas da cidade expressas através da música, dança, artesanato e artes em geral. Das 19 às 22h, moradores e turistas que circulam pela localidade poderão participar e assistir a apresentação gratuita do grupo Ciranda Raiz da Mata Norte sob o comando do mestre Anderson Miguel. O Projeto é uma iniciativa da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer da Prefeitura do Recife, com incentivo da Lei Rouanet em parceria com o Grupo Parvi. A produção é assinada pelo Bureau de Cultura.

O Grupo Ciranda da Mata Norte tem várias características peculiares, a começar pelo modo de cantar com influências do repente, do mote de sete, do mote de 10 e outras tradições musicais e rítmicas da Zona da Mata Norte Pernambucana. Mestre Anderson Miguel, que já era brincante em diversos maracatus rurais de baque solto como o Cambinda Brasileira e o Águia Misteriosa, após uma pequena gravação cantando ciranda se juntou a Josiel Francisco, o “Mestre Cabeça” e, então, decidiram formar o Raiz da Mata Norte que traz uma mescla sonora praieira e litorânea da ciranda, misturada às matrizes musicais e coreográficas do Estado.

O Recife + Cultura existe há dois anos e as atividades acontecem semanalmente às quartas-feiras na Pracinha. As apresentações são feitas por grupos de dança e teatro de rua, reconhecidos como patrimônio histórico cultural. Essa nova fase tem a proposta de ampliar e qualificar as ações tendo em vista o enorme potencial turístico da cidade que é considerada um dos principais destinos de eventos e polo cultural do Estado. Ao todo, serão 10 dias de apresentações, sempre às quartas, até o dia 18 de dezembro. Cada dia haverá uma atração artística diferente.

Além das apresentações dos grupos em Boa Viagem, o Projeto também contará com cinco ações de formação de plateia para alunos e professores da rede da rede municipal de ensino na perspectiva de disseminar e valorizar as manifestações da cultura pernambucana e garantir o acesso desse público às atividades. As apresentações nas escolas acontecem nos dias 18 e 25 de outubro; e nos dias 1 e 8 de novembro.

Todas as apresentações culturais contarão com acessibilidade comunicacional para facilitar e permitir que pessoas com deficiência participem das sessões. Haverá assentos prioritários, banheiros acessíveis, interprete de libras e um audiodescritor que fará a apresentação dos grupos com detalhes técnicos onde as pessoas com deficiência visual poderão acessar instrumentos, figurino, entre outros. 

Edição: Monyse Ravenna