NOVEMBRO NEGRO

Auto dos Orixás 2019 tem como tema Os povos originários: índio, negro e cigano

Durante o dia acontecem as exposição de telas, fotos, feira de artesanato, grupos de cultura popular batuques e tendas

Brasil de Fato | João Pessoa - PB

,
Card / Divulgação

Celebrando a 10ª edição, o Auto dos Orixás deste ano vem com o tema Os ancestrais - Os povos originários: índio, negro e cigano. O evento enaltece os antepassados e a família dos orixás.Tradicionalmente acontecendo no 20 de novembro, dia de Zumbi dos Palmares, o Auto se estende durante todo o dia, no Ponto de Cem Réis, das 9h da manhã às 23 horas, encerrando com a celebração do espetáculo.



Durante o dia acontecem exposição de telas, fotográficas, feira de artesanato, apresentações de grupos de cultura popular, batuques e tenda solidária com corte de cabelo, atendimentos e documentações.



“Nesta edição abordaremos os povos originários do Brasil, falando da gênese dos orixás, da família, e estaremos homenageando seis pessoas da cultura que farão personagens de orixás fun fun (orixás que alcançaram o alto panteão na hierarquia dos orixás, na verdade: oxalás). Teremos três cortejo: indígena,(povos que já estavam), os ciganos (povos que vieram) e os negros (que foram escravizados)", explica Nai Gomes, idealizador e principal organizador do evento.



O Auto é uma realização do Ateliê Multicultural Elioenai Gomes e conta com com mais de 150 pessoas, entre bailarinas/os, percussionistas, atrizes, atores, grupos de capoeira, cortejo da Luz, e o apoio de várias parcerias como a Defensoria Pública, OAB, Ministério Público, Assistentes Sociais Contra o Racismo, Quilombolas e o Movimento das Mulheres Negras. 

Foto Foto: Thercles Silva



 

Edição: Cida Alves