COMUNICAÇÃO

Jornalista da Maré lança livro sobre censura e militarização nas favelas

Publicação trata sobre o impacto que a militarização causou nos meios de comunicação do Conjunto de Favelas da Maré

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,
O jornal O Cidadão é um dos meios comunitários que circulam há décadas no Conjunto de Favelas da Maré / Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC)

No livro “Militarização e censura – A luta por liberdade de expressão na Favela da Maré”, a jornalista e ativista Gizele Martins trata sobre o impacto que a militarização causou em alguns meios de comunicação comunitários do Conjunto de Favelas da Maré, localizado na Zona Norte do Rio de Janeiro. De acordo com Gizele, ao longo dos anos, alguns meios comunitários foram censurados, principalmente pelos relatos de violações causadas pelo poder público.

“As ações mais recentes ocorreram quando o exército invadiu a Maré para a realização da Copa do Mundo, em 2014, época em que todo o território esteve sob GLO [Garantia da Lei e da Ordem]. Naquele momento, algumas mídias comunitárias da Maré só funcionavam com a permissão e a supervisão das forças militares”, explica. 

Além de discutir os impactos da militarização, o livro também revisita um histórico da produção de meios de comunicação comunitária na favela desde 1940. A publicação, editada pelo Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC), será lançada no próximo sábado (7), às 14h30h, no Museu da Maré. 

“Este lançamento no Museu da Maré afirma também espaços de preservação da memória local que valorizam a identidade e a cultura, além de pautarem cotidianamente a defesa dos direitos humanos”, acrescenta.

Gizele Martins é mestre em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas (UERJ-Febf) e formada em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Por anos foi repórter e jornalista responsável do jornal O Cidadão, meio comunitário que circula há décadas no Conjunto de Favelas da Maré, Rio de Janeiro.

 

Serviço

Lançamento do livro  “Militarização e censura – A luta por liberdade de expressão na Favela da Maré”

Local: Museu da Maré, Av. Guilherme Maxwel, 26 - Maré, Rio de Janeiro

Data: Sábado (7), às 14h30.

Edição: Mariana Pitasse