Povo às urnas: Constituinte popular na Venezuela

O Brasil de Fato está em Caracas, onde acompanha a eleição da Assembleia Constituinte e os desdobramentos do processo

Foto: Artes - Karina Ramos

A crise econômica, social e política na Venezuela se arrasta há anos e a tensão no país tem aumentado nos últimos meses.

Diante de uma oposição que se nega ao diálogo e que vem promovendo técnicas de desestabilização desde que o presidente Nicolás Maduro chegou ao poder, em 2013, o mandatário deu um xeque-mate político e convocou uma Assembleia Constituinte que, de acordo com sua definição, tem como objetivo pacificar a Venezuela.

A votação ocorre no domingo 30 de julho, mas a oposição já informou que não vai participar do processo e tenta, de diversas formas, desprestigiá-lo; inclusive, o contestando juridicamente.

O Brasil de Fato está acompanhando esse processo de perto, com uma equipe que produzirá vídeos, reportagens e fotos exclusivas com os acontecimentos na Venezuela. Acompanhe:

Reportagens

Entenda o processo de convocação de uma Assembleia Constituinte: