Brasil de Fato

Uma Visão Popular do Brasil e do Mundo

A periferia grita: Mães de Maio lança novo livro

Livro é dividido em três temáticas diferentes: “grito familiar”, “grito poético” e “grito dos parceiros”; primeiro livro lançado pelo movimento foi em maio de 2011, intitulado “Mães de Maio – Do Luto à Luta”











Foto: Divulgação



José Francisco Neto

da Redação

O movimento independente Mães de Maio, formado por familiares de vítimas da violência policial no estado de São Paulo, realiza uma série de lançamentos do livro “Mães de Maio, Mães do Cárcere – A Periferia Grita”.

O prefácio do novo trabalho do movimento é escrito pelo rapper Déxter, que – para fugir da violência – fundou o grupo 509-E na época em que esteve preso no Carandiru. Conta ainda com a participação do músico Eduardo, do grupo de rap Facção Central, do poeta Sérgio Vaz e de relatos de mães que foram vítimas do sistema carcerário brasileiro.

O livro é dividido em três temáticas diferentes. A primeira - grito familiar - reúne o relato de mais de 20 familiares e amigos de vítimas diretas da violência de agentes do estado, desde os crimes de maio de 2006. A segunda parte – grito poético - reúne letras, contos e poesias de cerca de 40 poetas. A terceira e última parte – grito dos parceiros – reúne textos de outros coletivos que somam com a luta do movimento nos quatro cantos do Brasil.

O primeiro livro lançado pelo movimento foi em maio de 2011, intitulado “Mães de Maio – Do Luto à Luta”. O livro abordou os crimes cometidos por grupos de extermínio formado por policiais em maio de 2006, em que resultou na morte de mais de 500 pessoas em apenas oito dias.

Confira os locais e horários dos lançamentos

Quarta-Feira (05/12)

Local - Sindicato dos Jornalistas (Rua Rêgo Freitas, 530 - Sobreloja)

Horário - a partir das 15h30

Quarta-feira (05/12)

Local: SESC Consolação – Teatro Anchieta (Rua Dr. Vila Nova, 245 – Consolação, São Paulo)

Horário - a partir das 18h.

Sexta-feira (07/12)

Local: Auditório Prestes Maia da Câmara Municipal (Viaduto Jacareí, 100, 1º
andar)

Horário - a partir das 19h

Segunda-feira (10/12)

Local - Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) - Avenina Pedro Álvares Cabral, 201.

Horário - A partir das 18h