Brasil de Fato

Uma Visão Popular do Brasil e do Mundo

Renúncia de Bento XVI - análises e opiniões

Confira notícias, análises e opiniões sobre a renúncia do papa Bento XVI


Joseph Ratzinger renunciou na última segunda-feira (11) e deixará o papado no dia 28 de fevereiro

Leonardo Boff

Jesus barrado no conclave dos Cardeais

Qualquer semelhança com Jesus de Nazaré, de quem os Cardeais se dizem representantes, não é mera coincidência mas a pura verdade

Que tipo de Papa a Igreja precisa? As tensões internas da Igreja atual

O problema central do mundo não é a Igreja, mas o futuro da Mãe Terra, da vida e da nossa civilização. Como a Igreja ajuda nessa travessia? Só dialogando e somando forças com todos

Como se formou o poder monárquico-absolutista dos papas

O sentido bíblico e jesuânico vai numa linha totalmente contrária: do amor, do serviço e da renúncia a toda supremacia. Mas predominou a leitura do direito romano absolutista

Ambiguidades marcam a história de Ratzinger

Leonardo Boff falou à Agência Brasil sobre o papa Bento XVI “de função ambígua e polêmica” e de atitudes rígidas

Frei Betto

Uma Igreja sem papa?

Cedo ou tarde a Igreja terá de democratizar sua estrutura de poder. Torná-la mais colegiada. O que se discute não é a figura do papa, é a estrutura do papado

A igreja e o véu da virtude

Ao transpor sua origem divina ao caráter da instituição, a Igreja comete o erro de tentar cobrir com o véu da virtude os frutos do pecado

Rumo ao conclave

Para o Vaticano, o conclave não deve ser encarado como um colégio eleitoral, o que de fato é, mas um retiro espiritual

Eleições de pontífices - as tradições do conclave

Agora o isolamento dos cardeais visa a evitar intromissão do poder civil e vazamento dos debates que precedem os escrutínios

Duplo poder papal

Ao decidir permanecer no Vaticano, Bento XVI corre o risco de criar uma situação constrangedora. Ninguém duvida de que será ele o principal cabo eleitoral do futuro papa.

A eleição do sucessor de São Pedro

São convocados à reclusão os cardeais que ainda não tenham completado oitenta anos dois dias antes do início do conclave. Prevê-se que sejam 117 eleitores

Papas também renunciam

Inicia-se agora a mais sutil campanha eleitoral: a da eleição do sucessor de Bento XVI. Entre os atuais 209 cardeais da Igreja Católica, 118 têm direito a voto, pois ainda não completaram 80 anos.

Eduardo Febbro

A história secreta da renúncia de Bento XVI

Mais do que querelas teológicas, são o dinheiro e as contas sujas do banco do Vaticano os elementos que parecem compor a trama da inédita renúncia do papa

Dirceu Benincá

E se o Papa fosse uma mulher?

Na atual estrutura eclesial parece inconcebível, por exemplo, imaginar a possibilidade de termos no comando geral da Igreja uma mulher

Renúncia do papa

A entrevista de Leonardo Boff sobre Bento XVI que a Folha não publicou

Teólogo reproduz na íntegra a entrevista que não foi aproveitada pelo jornal Folha de São Paulo sobre a renúncia do papa

Eleição do novo papa

Um raio-x do conclave que definirá o substituto de Bento XVI

O arcebispo de São Paulo Odilo Pedro Scherer é considerado como o latino-americano com mais possibilidades de ocupar o posto

Entrevista com Hans Küng

‘’Uma decisão quase revolucionária’’

Para Küng, a chocante renúncia de Bento XVI também poderia representar um pequeno triunfo

Luiz Alberto Gómez de Souza

Bento XVI renunciou, viva o papa!

A Igreja, arejada por tempos novos na sociedade, seculares e republicanos, não poderá ficar à margem de um processo histórico contagiante

Pedro A. Ribeiro de Oliveira

Tiara e poderes do papa

Embora o papa não consagre chefes de Estado, não comande exércitos, nem dirija alguma corporação transnacional, ele continua a exercer poderes que não são insignificantes

Ivone Gebara

A eleição de um novo papa e o Espírito Santo

Sabemos o quanto a força das religiões depende de desafios e comportamentos frutos de convicções capazes de sustentar a vida de muitos grupos

Dom Demétrio Valentini

A renúncia do Papa

Por este gesto, Bento XVI ficará na história. Será sua maior contribuição à Igreja

Roberto Malvezzi (Gogó)

A linguagem diplomática do Vaticano

Uma coisa me parece certa nessa renúncia de Bento XVI, isto é, esse foi o gesto mais extremo que ele poderia fazer para mostrar insatisfação com o andamento das coisas no Vaticano e na Igreja

Papa, um gesto emocionante

A renúncia era tida como um gesto de fraqueza. Na verdade, talvez seja o gesto de maior grandeza que tenha feito em toda sua vida

Marcelo Barros

Votos para um próximo papa

Um dia, Dom Hélder Câmara, então arcebispo de Olinda e Recife, escreveu o seguinte: “Sonhei que o papa enlouquecia. E ele mesmo ateava fogo ao Vaticano e à Basílica de São Pedro. Loucura sagrada, porque Deus atiçava o fogo que os bombeiros, em vão, tentavam extinguir. O papa, louco, saía pelas ruas de Roma, dizendo adeus aos embaixadores, credenciados junto a ele; e espalhando pelos pobres o dinheiro todo do Banco do Vaticano”.

Mudança no Vaticano

Bento XVI renuncia e deixará papado dia 28 de fevereiro

Ratzinger sai oito anos após substituir João Paulo II como líder da Igreja Católica