Brasil de Fato

Uma Visão Popular do Brasil e do Mundo

República Federativa do Brasil

27/10/2010



Alipio Freire

República Federativa do Brasil


Dos diálogos com Costa Gavras



1.


Numa noite de setembro de 1969

no Departamento Estadual de Ordem Política e Social – Deops

Sofia Edu e eu

fomos levados para interrogatório e acareação

na sala do delegado Sérgio Paranhos Fleury.




Móveis escuros e pesados no estilo ‘renascença’

– pata-de-leão

Estofamentos de couro e tapete persa.



Na parede atrás da poltrona do delegado

num grande cartaz branco horizontal.

impresso em silkscreen com tinta preta

uma caveira e duas tíbias cruzadas

sublinhadas pela inscrição:

Scuderie Le Cocq

(nome fantasia dos esquadrões da morte).



2.


Estou seguro de que apenas o que depois se tornaria senador Romeu Tuma

(delegado chefe do Deops entre 1966 e 1983)

jamais se deu conta desse detalhe.




É compreensível

Certamente devia estar ocupado com coisas mais importantes.

Manter todos os equipamentos da casa atualizados e funcionando
paraviabilizar confissões de presos

devia tomar muito do seu tempo.




Além – é óbvio – das freqüentes reuniões com a cúpula do regime

e de suas tarefas na área de formação de mão de obra especializada.




PS:

É cansativo mas é verdade:

Os governos passam.
As polícias ficam.


Alipio Freire é jornalista e escritor.