Brasil de Fato

Uma Visão Popular do Brasil e do Mundo

“Plantar o pão, colher a vida: para o mundo se alimentar sem veneno”

Samba enredo da Unidos da Lona Preta para o carnaval de 2011





Crônica Mendes



Unidos da Lona Preta

Carnaval 2011

A Unidos da Lona Preta, bloco de carnaval do MST na região da Grande São Paulo, desfila em Jandira, nesta sexta-feira (4).

A concentração é na Comuna Urbana Dom Helder Câmara, a partir das 19h, na Rua Nicolau Maevski, 491, Bairro Sol Nascente.

Há quatro anos, surgiu o bloco carnavalesco, que reúne militantes em diversas atividades tendo como eixo, além da formação política, a capacitação na área musical.

A experiência faz parte de um processo de afirmação política por meio da cultura e na organização da luta pela terra vinculada ao processo de construção de uma identidade coletiva com elementos culturais urbano e camponês.

Abaixo, conheça a letra do samba do Carnaval 2011:

Plantar o pão, colher a vida: para o mundo se alimentar sem veneno”

Canta povo brasileiro

Batucada é de bamba Refrão

Hoje a Lona Preta vem dizer, dizer

A luta é o tempero do meu samba

Oh Mãe Natureza

Nós queremos a tua diversidade

De cores, sabores

Na mesa do campo e da cidade

Agroecologia

Com soberania alimentar

Pra preservar o nosso chão

Um novo mundo pede uma nova relação

Do jeito que tá, não dá pra ficar

A produção

Comida ruim ninguém aguenta, ninguém aguenta

É veneno em todo canto, em todo canto Refrão

Mata gente e mata rio, e mata rio

Agronegócio a mentira do Brasil

Semente com patente é roubar a natureza

Monocultura na agricultura

Deserto verde: cadê a beleza?

Lucrando e fazendo a guerra

Matando o ser humano e a mãe terra

A luz

Do companheiro Keno

Ta na memória

De quem ocupa a avenida

Presente que aduba a sua história

Colhe o pão da vida

Fotos: Crônica Mendes