Festejo

Milho: o gosto da festa junina

Além de ser base de produtos como o curau, a canjica e a pipoca, o milho é fonte vitaminas, ferro e potássio

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

O milho é um dos cereais mais consumidos pelos seres humanos desde o surgimento da agricultura / Elza Fiúza/Agência Brasil

Curau, pamonha e pipoca fazem parte das delícias juninas, não é mesmo?! E essas gostosuras são feitas de um só produto: o milho!

O milho é um dos cereais mais consumidos pelos seres humanos desde o surgimento da agricultura.

Em 2015, foram consumidas 45 milhões de toneladas sendo apenas 1% para consumo humano. O restante é usado para ração de animais e na indústria.

O milho não só fornece as calorias necessárias para o metabolismo saudável diariamente, mas é também uma rica fonte de vitaminas A, B, E, ferro, potássio, fibras, sais naturais, óleos e açúcares, além de outros minerais.

O seu elevado teor em fibra assegura seu desempenho na prevenção de doenças digestivas já que combate a acidez do estômago. Além disso, auxilia no aumento da imunidade, protege contra doenças cardíacas, alivia doenças cardiovasculares, entre outros benefícios.

Uma curiosidade: o chá feito com o "cabelo" do milho ajuda nos tratamentos de doenças dos rins.

Mas atenção, fique de olho na qualidade do milho que chega na sua casa. Isso porque há um alto nível de produtos com uso excessivo de agrotóxicos e abundante oferta de sementes transgênicas no mercado.

Alan Tygel, da Campanha Permanente contra os Agrotóxicos, faz esse e outros alertas com base em dados coletados pela campanha.

"O milho é a segunda cultura que mais utiliza agrotóxico no Brasil, depois obviamente é a soja. Em 2014, forma usados mais de 100 mil toneladas de agrotóxico, o equivalente a 12% do total de agrotóxicos que é utilizado no Brasil. É um mercado que essas empresas ganham muito dinheiro. Foi mais de 1 bilhão de dólares só em 2014 que as empresas ganharam vendendo agrotóxico para colocar no milho".

Alan ressalta também o alto número de produção transgênica de milho. Hoje, 88% das plantações de milho usam sementes transgênicas.

Por causa disso, ele ressalta a importância de se valorizar a agricultura familiar.

"A gente quer desejar um Feliz São João, ótimas festas e que todo mundo possa comprar o seu milho dos pequenos agricultores, dos camponeses, dos acampamentos de reforma agrária, das pequenas cooperativas e que fomentem, a partir do consumo, essa produção de milho orgânico, de milho agroecológico, da preservação de sementes tradicionais e que tudo isso então possa retomar o nosso São João sem agrotóxico e sem transgênicos."

Edição: Anelize Moreira