O hit do verão são as frutas ricas em água

Imagem do logo do Podcast

Ouça o áudio:

A melancia é composta por 92% de água, com 31 calorias a cada cem gramas
A melancia é composta por 92% de água, com 31 calorias a cada cem gramas - Depositphotos | Reprodução
As frutas que possuem mais água são melancia, melão, morango, abacaxi e pera

A estação mais quente do ano se aproxima e com isso nosso organismo acaba precisando de mais água ainda. Manter a hidratação do corpo é muito importante para equilibrar o metabolismo e impedir problemas de saúde como tontura, pressão baixa, dores de cabeça e no corpo.

Além de beber água com frequência, uma outra forma de se manter hidratado é consumir frutas ricas nesse precioso líquido. Elas possuem composições nutricionais essenciais para o nosso bem estar, além de terem muitas vitaminas e minerais, como explica o nutricionista Matheus Silva.

“As frutas que possuem mais água são melancia, melão, morango, abacaxi e pera. Elas são fonte de fibras, vitaminas, minerais e por último, carboidratos. As vitaminas e minerais tem como função manter o equilíbrio, a homeostase corporal. As fibras auxiliam no funcionamento intestinal em um quadro de constipação e auxiliam também no emagrecimento. Por último, são fontes de carboidratos que é a principal fonte de energia do nosso corpo”, diz.

Logo na primeira mordida já dá para perceber que a melancia, por exemplo, é cheia de água. No total, essa fruta é composta por 92% do líquido, com 31 calorias a cada cem gramas.

Além das frutas que Mateus citou, a ingestão de água também é crucial para regular o controle da temperatura corporal e a circulação sanguínea, por exemplo. Sem ela, diversas ferramentas vitais acabam ficando comprometidas.

O nutricionista explica ainda a importância de balancear o consumo de frutas e sucos com o de água.

“Tem estudos que comprovam que sucos de frutas tem o mesmo efeito de hidratar o corpo do que a água. A água pode ser substituída por suco e fruta? Sim, o problema é que vai ter um acréscimo calórico na alimentação de quem fizer isso, o que pode acabar levando ao aumento da glicemia. Então, deve-se tomar cuidado com a quantidade de sucos e frutas que é consumido, porque o consumo discrepante pode levar a esses efeitos colaterais”.

As frutas ricas em água, além de consumidas in natura, podem ser utilizadas nas refeições principais como em saladas, sopas ou sucos, por exemplo. Mateus também dá dicas de como utilizá-las de forma equilibrada e saborosa.

“Tem a famosa salada de frutas, que pode ter o acréscimo de um iogurte zero, mousse de morango com queijo cottage, que acaba entrando no lugar do creme de leite e fica muito bom. Um suco de melancia com gengibre ou então, um espetinho de morango com chocolate 70%”, finaliza.

Além de tudo, vale destacar que essas frutas têm um grande poder energético. Para quem possui uma rotina mais exaustiva, elas podem ajudar a manter o pique se ingeridas em pequenas porções ao longo do dia.

 

Edição: Michele Carvalho