Democracia

Movimentos populares vão às ruas contra o golpe neste domingo

Em Curitiba, o ato está marcado para domingo (28), às 15h, na Praça Santos Andrade

Curitiba

,
A ação é mobilizada principalmente via redes sociais, pelo movimento CWB Contra Temer e Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo / Arquivo Brasil de Fato 

O Senado inicia a fase final do julgamento do impeachment da presidenta Dilma Rousseff nesta quinta-feira (25), e deve concluir o processo até a próxima semana. As previsões indicam que o afastamento será consumado, o que levará Michel Temer a assumir a presidência da república até o final de 2018.

Manifestações contrárias ao golpe e ao governo de Michel Temer estão marcadas para ocorrer em diversas capitais nos próximos dias. Em Curitiba, o ato está marcado para domingo (28), às 15h, na Praça Santos Andrade, no Centro de capital. A ação é mobilizada principalmente via redes sociais, pelo movimento CWB Contra Temer e Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Thiago Régis, um dos organizadores do ato e integrante do CBW Contra Temer, explica que a manifestação tem o objetivo de denunciar e questionar as políticas do governo interino. Ele frisa como principais retrocessos o aumento das privatizações das empresas públicas, as tentativas de retirada de direitos trabalhistas e os cortes de recursos para programas sociais e em áreas como saúde e educação. 

“Agora, mais do que nunca, a união dos explorados deve falar mais alto para barrar essa pauta absurda que querem nos enfiar goela a baixo”, defende Régis.

Maioria desaprova Temer

Pesquisa do Ibope realizada entre 19 e 22 de agosto mostrou que 41% dos curitibanos consideram péssima a gestão interina de Temer, e outros 33% dos eleitores avaliam como regular.