Resenha

O que tu indica? | Ororubá Filmes, realização do povo indígena Xukuru

Uma experiência de comunicação com potencial e riqueza para dialogar e alcançar muitas mentes e corações

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Ororubá Filmes é um ótimo exemplo de etnomídia no Brasil, onde os povos tradicionais passam a fazer comunicação sem interlocutores externos / CCJ / Recife

Sob o lema “utilizando o que tem de moderno, para fortalecer o que tem de ancestral” surge a Ororubá Filmes, realização da juventude do povo indígena Xukuru de Ororubá, em Pesqueira (PE). A ideia é fazer uma comunicação própria que transmita a perspectiva do povo Xukuru sobre fatos, atividades e cultura.

A Ororubá Filmes é um ótimo exemplo de etnomídia no Brasil, onde os povos tradicionais passam a fazer comunicação sem interlocutores externos. Com a intensificação dos ataques aos direitos humanos no Brasil, a comunicação é uma estratégia vital para visibilizar direitos, ampliar as vozes e fazer resistência e enfrentamento ao monopólio da grande mídia.

É possível assistir, através da página da Ororubá Filmes, transmissões ao vivo de atividades como a Assembleia do Povo Xukuru e vídeos realizados a partir de mobilizações, atos culturais, entre outras atividades ligadas à luta e à vida dos povos originários. Uma experiência de comunicação com potencial e riqueza para dialogar e alcançar muitas mentes e corações.

*Amanda Sampaio é jornalista.

Edição: Monyse Ravena