Brasil de Fato MG - Edição 219

Brasil de Fato MG - Edição 219

Confira os destaques da semana na edição de Minas Gerais.

Cidades

Grupos de matriz africana fazem “Afoxé da Paz” no pré-carnaval

Grupos de matriz africana fazem “Afoxé da Paz” no pré-carnaval

Chamada de Afoxé, que acontece de sexta a sábado (26 a 28), leva tradições de matriz africana para a rua

Prefeitura de Uberlândia quer terceirizar administração de escolas municipais

Prefeitura de Uberlândia quer terceirizar administração de escolas municipais

Prefeito Odelmo Leão pretende ceder a administração das escolas dos bairros Pequi e Monte Hebron para uma ONG

Movimentos criticam canalização do Ribeirão da Onça, em BH (MG)

Movimentos criticam canalização do Ribeirão da Onça, em BH (MG)

Para ativistas, a obra, que é estimada em mais de R$ 200 milhões, não resolve problema das enchentes

Cultura

O que os blocos de Belo Horizonte fazem enquanto não chega o carnaval?

O que os blocos de Belo Horizonte fazem enquanto não chega o carnaval?

Foliões usaram 2017 para participar de melhorias nos seus bairros e também para se divertir

Bloco “Esperando o Metrô” estreia no carnaval de Belo Horizonte

Bloco “Esperando o Metrô” estreia no carnaval de Belo Horizonte

Além de crítica à inexistência do metrô no Barreiro, bloco promete ser mais uma forma de luta por um transporte público

Perfil

Henfil: o irmão do Betinho e do Chico Mário

Henfil: o irmão do Betinho e do Chico Mário

Conheça um pouquinho do mineiro que se tornou a referência mais marcante do humor brasileiro combativo

Opinião

Editorial | Injustiça torna Lula cada dia mais candidato

Editorial | Injustiça torna Lula cada dia mais candidato

Querem tirar o povo da democracia

Entrevista

“Prioridade deve ser cuidar melhor dos nossos postos de saúde”, afirma médico

“Prioridade deve ser cuidar melhor dos nossos postos de saúde”, afirma médico

Presidente do Conselho Municipal de Saúde de BH analisa os desafios da área em 2018

Variedades

Coluna | A vacinação é segura?

Coluna | A vacinação é segura?

"Temos o direito de desconfiar da indústria farmacêutica, mas isso não deve nos levar a abandonar um avanço da medicina"