Bafafá

Coluna | Novela notificada, sucesso na estreia e uma cena para a história...

Confira o que mais deu o que falar no mundo da televisão na última semana

Brasil de Fato | Belo Horizonte (MG)

,

Ouça a matéria:

A atriz Laura Cardoso brilhou no último capítulo de "O outro lado do paraíso" / Reprodução

A TV Globo foi notificada, no último dia 11, pelo Ministério Público do Trabalho pela ausência de atores negros em sua nova novela “Segundo Sol”. A recomendação é que a emissora deve respeitar a diversidade racial do local onde é ambientada a trama, ou seja, a Bahia, estado com maior percentual de negros no Brasil. A notificação cobra mudanças na novela, além de prever um conjunto de ações para promover a igualdade racial em todo o ambiente de trabalho da empresa. A Globo terá dez dias para comprovar as mudanças no roteiro e na produção da novela “Segundo Sol”. Aguardemos!

Na última quarta-feira (16), o SBT estreou mais uma novela infanto-juvenil: “As aventuras de Poliana”. A novela é escrita por Íris Abravanel e se baseia no livro infantil estadunidense “Pollyanna”, de 1913, que conta a história de uma menina que sempre olha o lado bom das coisas. “A ideia é mostrar que nós podemos mudar a nossa maneira de pensar e aprender lições a partir das coisas ruins que acontecem conosco”, diz Abravanel. A trama promete ficar, por enquanto, dois anos no ar, apostando mais uma vez em um elenco com atores mirins e adolescentes. “As aventuras de Poliana” estreou com tudo, atingindo a excelente média de 15 pontos, com pico de 17,3 no Ibope, deixando a principal concorrente, a Record, a ver navios, muito atrás, com a novela Apocalipse. O SBT, entre as suas pitorescas apostas de programação, parece que acertou em propor novelas desse tipo para o seu horário nobre. 

E não poderia deixar de comentar uma das cenas que entraram para a história da teledramaturgia brasileira. Brilhante e emocionante foi a morte de Dona Caetana (Laura Cardoso) no último capítulo de “O outro lado do paraíso”. Para quem não viu (a cena está no YouTube), o inusitado velório da cafetina foi no bordel, cercado por uma festa, animada pela cantora Pabllo Vittar. A alma de Dona Caetana aparece dançando em meio às pessoas, sendo levada ao alto e envolvida por uma luz. A cena bombou nas redes! Atuação perfeita de Laura Cardoso, que aos seus 90 anos, foi, talvez, o maior destaque da novela!

Um abraço!



*Felipe Marcelino é professor de filosofia.

Edição: Joana Tavares