Ciências

Coluna | Como se formam os ventos?

Nuvens, chuva, eletricidade, ventos: o Sol está em toda parte

Brasil de Fato | Belo Horizonte (MG)

,
"O vento também é o responsável pela movimentação das nuvens, que carregam a água na forma de vapor sobre nossa cabeças" / Reprodução

Em nossa última coluna vimos que a energia do Sol é responsável por quase tudo que ocorre na Terra, inclusive pela movimentação das nuvens e do vento. Uma amiga não entendeu muito bem essa relação e quis saber mais sobre essa história. 

Ao ar atmosférico em movimento damos o nome de vento. Ele pode ser classificado em vários tipos, a depender de sua origem e velocidade. Por exemplo, temos as mansas brisas e os temidos furacões.

Quando aquecemos um corpo, a agitação de seus átomos aumenta, e eles tendem a se afastar uns dos outros. Assim, o corpo se dilata. O aumento do volume de um corpo leva à diminuição de sua densidade.

O ar é um fluido, ou seja, um corpo sem forma definida. Quando a densidade de um fluido diminui, ele tende a subir. Ou seja, aqueça um fluido e ele subirá. É possível perceber isso sempre que colocamos uma chaleira no fogo e vemos o ar quente escapar para o alto. 

O Sol esquenta constantemente a nossa atmosfera. Só que não o faz de forma uniforme por todo o globo, pois depende da posição da Terra. Os raios solares penetram na atmosfera de forma mais direta nos trópicos e menos direta nos polos. Assim, criam-se áreas de ar quente e áreas de ar frio pelo planeta. 

O ar quente, ao subir, deixa junto à superfície um espaço vazio chamado “área de baixa pressão”. Esse espaço é ocupado por ar vindo de uma outra área, mais fria. Esta “área de alta pressão” atrai vento frio da parte superior da atmosfera, o que cria o movimento cíclico ilustrado na figura acima. Temos assim a formação dos ventos. 

A partir daí não é difícil concluir que o vento também é o responsável pela movimentação das nuvens, que carregam a água na forma de vapor sobre nossa cabeças. Você já se perguntou por que a água dos rios nunca deixa de descer em direção ao mar? Pela ação do Sol a água dos oceanos evapora e forma nuvens. As nuvens são levadas pelo vento para o interior dos continentes, e ao cair na forma de chuva, voltam a alimentar os rios. Mais um fenômeno cíclico fundamental para a vida e que é criado pela energia proveniente do Sol.

Assim, quando produzimos eletricidade em uma usina hidrelétrica ou eólica a partir do movimento dos rios ou do vento, devemos mais uma vez agradecer ao Sol. É ele quem indiretamente é responsável pela movimentação das turbinas dessas usinas.

Um abraço e até a próxima!

*Renan Santos é é professor de biologia da rede estadual de Minas Gerais.

Edição: Joana Tavares