AGROECOLOGIA

Feira Regional da Reforma Agrária estreia em Duque de Caxias, no Rio

A primeira edição do evento colocou à venda mais de 200 variedades de produtos sem veneno e fitoterápicos

Brasil de Fato | Duque de Caxias (RJ)

,

Ouça a matéria:

A feira vai ate as 18h, na Avenida Duque de Caxias, 583 / Brasil de Fato RJ

"Olha os produtos da Reforma Agrária! Couve, banana, melancia, tudo fresquinho e sem veneno!!", assim anuncia a militante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) do assentamento Terra Prometida Luzia Marques na calçada em frente a Feira Regional da Reforma Agrária, no centro de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A primeira edição do evento acontece nesta quinta-feira (19) e coloca à venda para a população de Caxias uma diversidade de produtos in natura, processados nas cooperativas do MST, além de fitoterápicos. Os alimentos frescos são todos produzidos nos assentamentos do MST na Baixada Fluminense.

De acordo com a militante do MST, Bia Carvalho, a ideia é que a feira se repita a cada 15 dias. "Essa é a primeira iniciativa regional. Consideramos fundamental esses espaços de diálogo com a cidade, para que todos possam conhecer e fortalecer os territórios da reforma agrária na Baixada Fluminense. Dessa forma, mostramos que temos uma diversidade grande de produtos. Apesar de pouco incentivo para a agricultura familiar e a reforma agrária, mostramos aqui que, mesmo assim, na resistência, produzimos muita diversidade", afirma.

O espaço para a feira, o galpão Pega food Park, foi cedido por um parceiro do movimento, Gutemberg Ferreira, que já movimenta o local com a comercialização de alimentos e cervejas artesanais, além de atividades culturais. "Poder apoiar o desenvolvimento local para nós é muito importante. Uma via de mão dupla", ressalta.

Na barraca de fitoterápicos, Bianca Gomes e Luiza da Silva, do setorial de saúde do MST, explicam as indicações de cada produto - shampoos, repelentes, cremes, xaropes, para enfermidades e tratamento estético natural. "Esses produtos cuidam de nós mesmas nos assentamentos e também os oferecemos à sociedade. Não descartamos nada. Tudo na natureza pode ser aproveitado e pode ajudar na nossa saúde", destaca Bianca.

A programação da feira inclui também atividades culturais e uma homenagem ao Padre Geraldo Lima, que faleceu recentemente e teve a trajetória marcada pela defesa da reforma agrária e da agricultura familiar e camponesa. A feira vai até as 18h, na Avenida Duque de Caxias, 583, no centro da cidade.

Edição: Brasil de Fato RJ