TEATRO

No Rio, peça traz histórias reais de mulheres vítimas de violência

A peça fica em cartaz até o dia 16 de dezembro e tem entrada gratuita

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ)

,
A obra é assinada pelo advogado e dramaturgo Ricardo Leite Lopes e pela diretora teatral Sílvia Monte - servidora do TJRJ / Vini Couto/Divulgação

Inspirada em fatos reais, a peça “POR ELAS” apresenta um grupo de mulheres desconhecidas entre si, de idades variadas, de diferentes classes sociais, credos e visões de mundo, que, em comum, têm a violência na sua vida amorosa. Elas estão reunidas numa sala para falar sobre suas histórias, conforme os relatos vão acontecendo, os conflitos, preconceitos, a dor e a própria violência surgem no grupo.

A obra é assinada pelo advogado e dramaturgo Ricardo Leite Lopes e pela diretora teatral Sílvia Monte - servidora do TJRJ e idealizadora do “Teatro na Justiça”. A peça nasce de pesquisas em fontes diversas: casos encontrados nos processos judiciais, notícias veiculadas nas mídias, encontros com profissionais das áreas da Saúde e do Direito que trabalham com mulheres vítimas de violência doméstica, e de relatos de mulheres – desconhecidas, colegas, amigas e familiares.

A peça estreou no início do mês e vai até dia 16 de dezembro, de quarta a sábado, às 19h, na Sala Multiuso do CCMJ, no Antigo Palácio da Justiça do Rio de Janeiro, na Rua Dom Manuel 29, Centro (atrás do Fórum). A entrada é gratuita, com distribuição de senhas a partir das 18h30min. O espetáculo faz parte da Agenda Cultural do Museu da Justiça - Centro Cultural do Poder Judiciário (CCMJ).

Edição: Jaqueline Deister