Em Curitiba

Cineasta Silvio Tendler visita Vigília Lula Livre e lança "Dedo na ferida"

Filme apresenta a ação devastadora do capital financeiro em âmbito mundial

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,
Silvio Tendler é licenciado em História pela Université de Paris VII e mestre em Cinema e História pela École des Hautes-Études/Sorbonne / Divulgação

O cineasta carioca Silvio Tendler estará em Curitiba, nesta quarta e quinta-feira (5 e 6/09), para duas agendas de lançamento do longa "Dedo na ferida", seu trabalho mais recente. No final da tarde de hoje, Tendler visita a Vigília Lula Livre e participa do “Boa noite, presidente Lula”, ato que ocorre sempre às 19h, desde o primeiro dia de prisão política do líder popular. 

O lançamento será às 19h30, no Centro de Formação e Cultura Marielle Vive, que integra a Vigília Lula Livre, no bairro Santa Cândida. O local está a aproximadamente 100 metros da Superintendência da Polícia Federal, onde Lula é preso político há 152 dias.

Nesta quinta-feira (6), Tendler participa do lançamento no auditório da APP-Sindicato, no bairro Rebouças. Este evento será realizado pelo Sindicato dos Engenheiros do Paraná (Senge-PR), APP-Sindicato, Faculdade de Artes do Paraná (FAP)/Universidade Estadual do Paraná (Unespar), com apoio do Jornal Brasil de Fato, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Paraná (Fetec), Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região e Central Única dos Trabalhadores (CUT-PR).

Este segundo dia de lançamento do documentário vai integrar o projeto "Cinema Militante", da APP-Sindicato, que terá exibição também no dia 5, quarta-feira, com uma mostra de documentários "Estado e Violência", das 19h às 22h30. Para os espectadores que participarem das duas atividade, nos dia 5 e 6, haverá certificação de 8 horas pela FAP/UNESPAR.

Dedo na ferida do capital financeiro

Em cerca de 1h30, o filme “Dedo na Ferida” apresenta a ação devastadora do capital financeiro em âmbito mundial. A linguagem didática tornam o conteúdo acessível a todos os públicos. A narrativa é construída costurado a história de um personagem real – trabalhador e morador da periferia - e depoimentos de especialistas nacionais e estrangeiros. A obra é fruto da parceria entre o Sindicato dos Engenheiros do Rio de Janeiro (Senge-Rio), e a Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge).

"Dedo na ferida" recebeu o prêmio de melhor longa documentário, pelo júri popular, na 19ª edição do Festival do Rio de 2017, e o troféu Ecofalante, na competição Latino-Americana da 7ª Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental, em 2018. Recentemente também foi selecionado para concorrer ao posto de longa-metragem brasileiro que vai disputar uma vaga entre os cinco indicados ao prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira do Oscar 2019. A festa do Oscar será realizada no dia 24 de fevereiro de 2019, em Los Angeles (EUA), pela Academy of Motion Picture Arts and Sciences.

A primeira etapa do processo de escolha do filme nacional na disputa da indicação ao Oscar foi finalizada pelo Ministério da Cultura, e habilitou, além de Dedo na Ferida, outros 21 filmes. O representante brasileiro será escolhido por uma Comissão Especial de Seleção, formada por membros indicados pela Academia Brasileira de Cinema (ABC). O anúncio do longa selecionado está programado para 11 de setembro, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo.

“Jango” recebeu o Margarida de Prata e o melhor filme do Júri Popular do Festival de Gramado. “Glauber – O filme, labirinto do Brasil” foi eleito melhor filme pelo júri popular e pela crítica do Festival de Brasília, e participou da Seleção Oficial Hors concours do Festival de Cannes. “Encontro com Milton Santos” venceu o Festival de Brasília e levou o prêmio de melhor filme no Festival de Documentários Santiago Álvarez.

Serviço:

- Dia 05/09, às 19h30 às 22h, no Centro de Formação Marielle Vive, Rua Guilherme Matter, 362, que faz parte dos locais integrantes da vigília permanente pela liberdade do ex-presidente Lula, no bairro Santa Cândida.

- Dia 06/09 às 19h às 22h, na APP-Sindicato, Avenida Iguaçu, 880, bairro Rebouças.

As exibições começarão pontualmente nos horários indicados.

Edição: Laís Melo