Suape

Relatório aponta violações de direitos humanos e ambientais no Complexo SUAPE

Documento desenvolvido pela Plataforma Dhesca será apresentado nesta quinta-feira (06), no auditório da DPU

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
Vista do porto de Suape, em PE / Daniela Nader/Divulgação

A Plataforma de Direitos Humanos - Dhesca Brasil e o Fórum Suape – Espaço Socioambiental lançarão nesta quinta-feira (06) o “Relatório Complexos Industriais e Violações de Direitos: o Caso de SUAPE - Complexo Industrial Portuário Governador Eraldo Gueiros”. Realizado durante o primeiro semestre de 2018, a missão da Plataforma Dhesca Brasil identificou uma série de violações aos direitos humanos e ambientais nos municípios do Cabo Santo Agostinho e Ipojuca causadas pelo Complexo de SUAPE. 

No documento que será lançado, é apresentado um panorama da situação das populações locais, bem como das licenças e estudos ambientais das empresas que estão em operação no megaempreendimento. A publicação aponta recomendações para órgãos públicos, entidades de classe e para a sociedade civil, a fim de regularizar as licenças ambientais, de garantir estudos de impactos ambientais completos e de acabar com as violações dos direitos das pessoas que vivem na região.

O documento será apresentado no auditório da Defensoria Pública da União (DPU), que fica localizada na Av. Manoel Borba, 640, no bairro da Boa Vista, em Recife. 

 

Edição: Marcos Barbosa