Colunas dos Clubes

Coluna Coral | Gostinho de derrota no clássico

No primeiro clássico das emoções depois da volta aos Aflitos, a cobra coral começou a partida em ritmo acelerado

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
A torcida se animou, empurrou o time, mas não demorou muito para o gol de empate / Divulgação / Santa Cruz

Logo aos 7 minutos de jogo, Alan Dias carrega a bola e cruza rasteiro na área para Pipico abrir o placar; 1 a 0 Santa. A torcida se animou, empurrou o time, mas não demorou para o Náutico sair da zona de conforto e atacar com perigo a área tricolor, até chegar ao gol de empate. Carregando uma sequência de erros, a lateral esquerda do Santa mais uma vez mostrou sua ineficiência.

Marcação travada, displicente e, aparentemente, lançada à sorte às limitações técnicas do time alvirrubro. Outro ponto que chamou atenção foi a insistência de Leston com a permanência de Alan Dias em campo. Apesar da partida razoável, o atacante até agora não conseguiu mostrar à torcida o diferencial de um camisa 10 no time coral.

 

* É colunista de esportes e torcedora do Santa Cruz

Edição: Marcos Barbosa