Lula Livre

Ato pela liberdade de Lula acontece em Caetés (PE), cidade natal do ex-presidente

Organizações, movimentos populares e familiares do ex-presidente acompanham o ato junto a moradores da cidade

Brasil de Fato | Caetés (PE)

,
Manifestação começou com carreata em direção à cidade / Rani de Mendonça

Mais de 500 pessoas participam do ato Vigília Lula Livre na cidade de Caetés, no agreste pernambucano. A atividade começou com a chegada de uma carreata vindo da cidade vizinha, Garanhuns, com mais de 30 carros desfilando entres as cidades com músicas, bandeiras e gritos pela liberdade do ex-presidente Lula. Pessoas se reuniram em frente à Escola Severino Girino, na entrada de Caetés. Começaram com um café da manhã como forma de lembrar que Lula foi o responsável pela retirada do país do mapa de fome. "Que esse café da manhã nos lembre e nos dê energia para lutar por quem nos deu comida, literalmente. Que a gente lembre do tempo que tínhamos comida na mesa dos brasileiros. Agora estamos vendo a volta da fome não só aqui", ressalta Vado Pontes, morador de Garanhuns.

A ação continua com falas políticas e apresentações culturais. De acordo com Jaime Amorim, dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), "lutar pela liberdade de luta não é apenas para resgatar a justiça,  mas é para recuperar a esperança do povo de ter ânimo para lutar por dias melhores". A programação é acabar no sítio que Lula nasceu, que fica a 2km da entrada da cidade. Lula saiu de Caetés para São Paulo, aos 7 anos de idade, junto com sua família.

A família de Lula também se faz presente no ato. Em conversa, o primo Antônio Ferreira, de 74 anos, relembra como a vida era difícil quando Lula vivia aqui: "A gente mal tinha o que vestir, o que comer. Hoje todo mundo aqui tem carro, roupa nova e dignidade", conta. Sobre o sentimento de ser família de uma pessoa como Lula, seu Antônio destaca o momento em que seguiu com mais 30 familiares em caravana para Brasília ver o parente tomar posse. "Na época da primeira posse de Lula lá em Brasília eu disse uma coisa que ficou pra sempre: se existir milagre nessa vida, o milagre é lula. Imaginar um homem saindo daqui, moça, desse lugar pra virar presidente é coisa que a gente quase não acredita", diz. 

Na capital pernambucana, o ato em defesa da liberdade de Lula acontece às 15h, na Praça do Arsenal, no bairro do Recife.

Edição: Monyse Ravena