Formação

No Ceará, MST forma 50 educandos em Gestão em Cooperativas

No Ceará, MST forma 50 educandos em Gestão em Cooperativas

Brasil de Fato | Fortaleza (CE)

,
O Curso homenageou Maria Lima uma das matriarcas da luta pela terra no Ceará / Comunicação MST CE

Na noite do último sábado (18) aconteceu a formatura de 50 educandos, filhos e filhas de assentados da Reforma Agrária do Ceará, que durante sete meses participaram de um processo de formação técnica, política e organizativa. O curso de Extensão e Capacitação Técnico em Gestão de Cooperativas é uma realização do Centro de Formação Capacitação e Pesquisa Frei Humberto, setor de produção do MST Ceará em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA). A atividade aconteceu no Centro de Formação Frei Humberto, em Fortaleza.

Para Ricardo Cassundé, coordenador do Curso “O curso de Gestão de Cooperativas é sem dúvida uma grande conquista, é fruto da luta dos trabalhadores em defesa da autonomia e do direito de beneficiar seus produtos e colocar no mercado a produção camponesa. Nesse ano em que o MST do Ceará completa 30 anos de lutas, conquistas e resistência popular, temos de fato que comemorar essa vitória”.

O Curso homenageou uma das matriarcas da luta pela terra no Ceará, a turma deu o nome de Maria Lima, a mulher que rompeu as cercas do latifúndio no estado, dando origem a primeira ocupação de terra feita pelo MST em terras cearenses.

Emocionada com a homenagem Maria Lima participou da mística de abertura da noite, trazendo consigo muitas histórias de lutas, não somente pela terra, mas principalmente pela libertação dos povos, em defesa da vida e da dignidade humana.

O Curso de extensão Técnico em Gestão de Cooperativas foi distribuído em seis etapas, com os seguintes eixos temáticos: formação política, questão agrária e desenvolvimento, relações humanas e cooperação, gestão cooperativa, técnica e financeira.

Edição: Monyse Ravena