Comunicação popular

Brasil de Fato Paraná lança campanha de financiamento para manter o jornal nas ruas

20 mil jornais impressos distribuídos toda semana dependem de apoio e colaboração coletiva

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,

Ouça o áudio:

A proposta da mesa é reunir representantes de três principais segmentos que estão sendo atacados pelo governo Bolsonaro. / Arte: Vanda Moraes

Um jornal distribuído nas ruas toda semana com notícias que não são encontradas na mídia comercial. Notícias sobre os problemas nos bairros da cidade, sobre as lutas sociais na defesa da terra, da moradia popular, das juventudes, da cultura local, enfim, da organização por direitos.   

Este é o Brasil de Fato Paraná, um meio de comunicação que existe desde 2016. A cada semana são distribuídos vinte mil exemplares no estado, em 26 cidades e 50 pontos de distribuição. Para manter e ampliar esta distribuição, a partir do dia 21 de maio inicia-se a campanha de financiamento “Mantenha o BDF PR nas ruas”.  

O Brasil de Fato surgiu em 2003 em nível nacional e se apresenta como um sistema de comunicação independente, preocupado em traduzir as lutas e anseios populares. Esse sistema hoje possui redações organizadas no Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. Hoje, o Brasil de Fato é uma rede de comunicação com programas de rádio distribuídos pela internet ou em diferentes rádios (comerciais, comunitárias, etc.), passando pelo site e redes sociais.  

Brasil de Fato Paraná: 20 mil nas ruas toda semana 

Em 2016, no Paraná, com o apoio de movimentos sociais e uma primeira equipe de jornalistas, foi lançada a primeira edição impressa. Pedro Carrano, coordenador do Brasil de Fato Paraná e um dos fundadores do jornal, conta que o jornal é fruto do apoio dos movimentos sociais. “Destaca-se nosso trabalho para dar voz à população mais pobre, aos movimentos sociais e sindicatos. Várias lutas sociais puderam ser divulgadas porque tinham repórteres do Brasil de Fato inseridos do início ao fim”, afirma.   

A continuidade desta distribuição é também importante para diferentes setores sociais. Para o músico e professor de cinema, Ulisses Galetto, “É muito importante manter o esforço de todos nós para garantir que o Brasil de Fato continue nas ruas. A comunicação de massas é algo extremamente importante, vimos isso nos últimos anos. O Brasil de Fato Paraná sempre produz conteúdo de qualidade”, diz.   

Regina Cruz, presidenta estadual da CUT, destaca a importância do Brasil de Fato como instrumento da classe trabalhadora. “É um jornal que dialoga nas ruas com o povo e é importante fortalecer para que esse papel de falar a verdade com o povo trabalhador continue”, afirma.   

Para a jornalista e diretora do Sindicato dos Jornalistas do Paraná, Maigue Gueths, é uma realização de um sonho ter o Brasil de Fato como meio de comunicação. “Sempre idealizamos ter um veículo de comunicação que pudesse expressar opiniões a esquerda, do movimento sindical para que isso chegue aos trabalhadores”, defende.

                                                     

Brasil de Fato Paraná promove debate sobre ataques de Bolsonaro à educação, cultura e sindicalismo da Redação  

Para lançar sua campanha acontece nesta terça-feira, (21) o debate “Disputas de narrativas: como resistir contra os ataques à educação, cultura e trabalhadoras e trabalhadores”. A conversa conta com a presença de Giorgia Prates, da Frente Única de Cultura e CWB Resiste; Maurini Souza, professora da UTFPR; e Hermes Leão, da APP Sindicato.



A proposta da mesa é reunir representantes de três principais segmentos que estão sendo atacados pelo governo Bolsonaro: educação, cultura, sindicatos e movimentos sociais para debater como o governo provoca uma narrativa para criminalizar esses setores e promover o desmonte de suas estruturas com a pergunta: Como a comunicação popular se coloca como frente a essa “releitura” histórica de que esses setores são nocivos ao País?

Serviço

“Disputas de narrativas: como resistir contra os ataques à educação, cultura e trabalhadoras e trabalhadores.

”Lançamento da campanha “Mantenha o Brasil de Fato Paraná nas ruas!”

Onde: UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Av. Sete de Setembro, 3165, Curitiba.

Horário: 18h30 

Edição: Laís Melo