Entrevista

Escritor cubano visita Lula na prisão

Leonardo Padura esteve em Curitiba e respondeu três perguntas exclusivas do Brasil de Fato Paraná

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,
Na foto Padura com Monica Benício, viúva da Marielle Franco, que também veio visitar Lula. / Ricardo Stuckert

O escritor cubano Leonardo Padura esteve em Curitiba nesta semana participando de um encontro literário e, na quinta-feira, 15, visitou o ex-presidente Lula na sede da Polícia Federal. O Brasil de Fato Paraná fez uma entrevista exclusiva:

BDF-PR – O senhor visitou hoje o ex-presidente Lula, o que pode falar de sua situação?

Leonardo Padura –
O processo de Lula é uma situação muito irregular, na qual não são mostradas provas definitivas. E, nas últimas semanas, estão aparecendo evidências de que a justiça não atuou da forma que deveria ter atuado, sem um aparato de justiça realmente justo, como deveria ser. Existe um elemento de caráter político incidindo sobre o processo do presidente Lula.

E como o senhor encontrou o ex-presidente hoje, como estava?

Encontrei ele bem, forte, animado, com bom senso de humor, lendo muito. Por acaso está lendo um livro que eu também estou lendo, 21 Lições para o Século 21, de Yuval Harari (historiador), que está provocando nele a mesma sensação que em mim, de um pouco de temor pelo futuro.

E por que essa sensação de temor pelo futuro?

Esse livro tem que ser lido, porque, realmente, o homem pode destruir o homem. E esse livro mostra muitas razões pelas quais isso é possível.

Edição: Laís Melo