DEFESA DA EDUCAÇÃO

Estudantes e trabalhadores da UFRGS definem greve nos dias 2 e 3 de outubro

Paralisação faz parte de agenda nacional contra o desmonte da educação promovido pelo governo Bolsonaro

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS)

,

Ouça o áudio:

Entre as atividades da greve está manifestação nas ruas, com saída da Faced, até a Esquina Democrática, no dia 3 / Foto: Divulgação

Em assembleia geral realizada nesta quinta-feira (26), no pátio da Faculdade de Educação (Faced), os estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) determinaram uma paralisação nos dias 2 e 3 de outubro, unificados com os técnicos-administrativos e professores da instituição. A Assufrgs Sindicato convocou os trabalhadores da UFRGS e UFCSPA para aderir à greve de 48 horas, que responde ao chamado nacional contra os sucessivos ataques do governo à Educação.

A coordenadora da Assufrgs, Márcia Tavares, ressaltou a importância da unidade dos trabalhadores, estudantes e entidades da educação para combater os projetos do governo federal. “Vivemos um momento em que projeto do governo Bolsonaro segue uma lógica de financeirização, que veio na proposta da reforma da Previdência, que vem na proposta do Future-se para dentro da Universidade. Esse governo, que se parece atrapalhado, tem um projeto, que é de destruição dos direitos do povo e da Universidade. Temos que estar nas ruas para derrubar esse governo nefasto” afirma.

A paralisação faz parte de uma agenda nacional de greves convocada por entidades representativas de docentes, técnico-administrativos e estudantes – Fasubra, UBES, UNE, FENET, ANPG, ANDES-SN e Sinasefe. As pautas são a derrubada do projeto Future-se; os cortes de recursos nas Instituições Públicas de Ensino, do CNPQ, da CAPES, do PNAES e do FUNDEB; a intervenção do governo na escolha dos dirigentes das Instituições Federais de Ensino; a militarização das escolas e a retirada de direitos dos trabalhadores.

Confira a agenda da greve nacional da educação em Porto Alegre:

2 de outubro

Eleições IFRS – As eleições no IFRS ocorrem no dia 02 de outubro. Por acreditar na importância do fortalecimento da democracia no IFRS, a Assufrgs convoca a categoria a participar da eleição e das panfletagens que serão realizadas nos campi.

14h – Assembleia Geral da UFRGS. Local: Fabico. Pauta: Deliberação sobre documento com demandas relativas à jornada de trabalho dos técnicos da UFRGS.

3 de outubro

16h – Assembleia Geral da Assufrgs. Na pauta: greve por tempo indeterminado e luta contra o Future-se e os amplos ataques à educação pública federal. Local: Faced.

18h – Ato unitário da educação. Local: Esquina Democrática.

* Com informações da Assufrgs Sindicato

Edição: Marcelo Ferreira