CULTURA

Festival de Artes de Lomba Grande, uma celebração à vida no RS

A partir de sexta-feira (29), acontece a 18º edição do festival realizado no bairro da zona rural de Novo Hamburgo

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS)

,
Desde a sua criação, festival contou com a participação da comunidade na organização / Fotos de edições passadas: Divulgação

Com o título "Alimentando o Ser", acontece entre os dias 29 de novembro a 1º de dezembro o 18º Festival de Artes de Lomba Grande, em Novo Hamburgo, região metropolitana de Porto Alegre. Promovido pela Associação Cultural Cantalomba, visa demonstrar como as artes têm um poder transformador tanto na vida de quem produz quanto na de quem usufrui. Para a Associação, em tempos de consumismo é importante que as artes invistam esforços na alimentação do ser, valorizando e promovendo a vida e as relações entre os seres vivos.

O festival, que nasceu em 2002 com o propósito de ser um encerramento do ano letivo, com mostra dos trabalhos desenvolvidos e confraternização dos alunos, professores e pais, vem ao longo desses 18 anos sendo uma alternativa para a comunidade do bairro, em sua maioria rural, iniciar uma formação na música e nas artes.”A comunidade pode apresentar seus trabalhos, vivenciar com outros artistas e participar de uma grande integração cultural”, explica o professor José Martins, vice-presidente da Associação.

De acordo com José Martins, desde a sua criação, sempre contou com a participação da comunidade da Lomba Grande na organização, na execução e principalmente na recepção e hospedagem solidária aos coralistas de outros países. Como marca principal, tem a participação de artistas locais (músicos, bailarinos, atores e artistas plásticos).

“Muitos alunos que começaram no projeto hoje atuam como docentes de música e também como profissionais musicais. Temos ex-alunos estudando música na Escola Superior de Teologia (EST), Instituto Ivoti, Feevale e UFRGS”, aponta

Festival valoriza poder de transformação da arte

Além das apresentações artísticas, durante os três dias de festival haverá oficinas de música, flauta doce, ukulele, teclado, violão, técnica vocal e canto, oficinas de artes plásticas, desenho, pintura e modelagem e oficinas de artesanato com fibras naturais, palha de milho, fibra de bananeira e lã de ovelha.

Confira a Programação:

Dia 29/11 - Sarau com Sabor de Festival

Local: Casa das Artes (Av. Primeiro de Março, 59, Centro/NH)

Início: 19h30

Confirmados: Os Quixotescos, Maria Helena Klein, Coro Liceo do Uruguai, Associação Cantalomba, Vô Vivendo & Vô Fazendo

Dia 30/11 - Encontro de Coros

Local: Comunidade Católica São José de Lomba Grande

Início: 19h30

Confirmados: Cantalomba, Coral Gente Que Canta, Madrigal Presto, Coro Liceo de Montevideo - Uruguai, Orquestra Liberato

Jantar de confraternização - somente com reserva antecipada - fone/whats: 51-999074807

Apresentação da Escola Suhad Danças Cigana e Árabe

Dia 01/12

Almoço com Plantas Alimentícias Não Convencionais e Visita ao Atelier Baixo da Lomba, dos artistas Zé Martins e Mai Bavoso - somente com reservas antecipadas fone/whats: 51-997827144

* com informações da Associação Cultural Cantalomba

Edição: Marcelo Ferreira