Circo da Democracia

Mídia alternativa lança minidoc sobre Mujica durante Circo da Democracia

Vídeo é resultado da cobertura colaborativa realizada durante a passagem do ex-presidente por Curitiba

Curitiba (PR)

,
“Somem a tudo isso a luta por uma cultura contestadora, libertadora e diferente, que coloque como centro a vida humana e a felicidade. Nenhum valor vale mais do que isso”, garante Mujica. / Rafael Oliveira

Ao longo de sua passagem pela cidade de Curitiba, na última semana de julho, o senador e ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica, foi acompanhado por uma equipe de comunicadores da mídia alternativa para a produção de um mini-documentário colaborativo.

Foram cerca de vinte horas de gravação, desde a chegada de Mujica pelo Aeroporto Afonso Pena, passando pelos momentos das refeições e interação com o público, coletiva de imprensa e entrevista com a equipe. O foco principal foi o motivo de sua vinda à cidade: o seminário “Democracia na América Latina", organizado pelo Laboratório de Cultura Digital, projeto do Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR). 

“O minidoc é fruto da cobertura colaborativa que o Lab provocou com as organizações da mídia livre. Uma série de parceiros estavam na cobertura compartilhada na frente do audiovisual, da produção de texto, de fotos e de diversos conteúdos para construir essa grande narrativa sobre a vinda do Mujica para Curitiba”, explica o coordenador executivo do Laboratório de Cultura Digital, João Paulo Mehl. 

O vídeo foi lançado neste sábado (6) durante a programação do Circo da Democracia, antes da fala do ex-ministro da Cultura, Juca Ferreira, que participou de debate no picadeiro. "Este vídeo tem um papel importante na disputa de um outro modelo de civilização. Eu quero ajudar a divulgá-lo em todo o Brasil", disse o ex-ministro. 

Ao som de El Necio, de Silvio Rodriguez, interpretado pela Orquestra Latino-Americana da Unespar, o minidoc apresenta um pouco do sentimento de euforia que Mujica deixou ao passar pela capital paranaense. Em menos de 24 horas, foram mais de 7 mil pessoas inscritas para o evento, que conseguiu receber pouco mais de 4 mil espectadores no ginásio do Círculo Militar do Paraná. 

Em diálogo com um público de jovens,  em sua maioria, o senador falou sobre política, tecnologia, felicidade e sobre a luta que ficará sob a responsabilidade das próximas gerações. “A democracia do futuro tem hoje ferramentas formidáveis que vão fazer tremer todas as instituições, porque o advento da informática com os métodos contemporâneos de comunicar faz pensar que é possível um grau de participação que a humanidade nunca teve”, garante Mujica. 

Para o senador, as pessoas vivem num mundo em que o mercado transforma todo o tempo possível em mercadoria, portanto, é preciso que os jovens deem novos sentidos para suas vidas. “Somem a tudo isso a luta por uma cultura contestadora, libertadora e diferente, que coloque como centro a vida humana, a felicidade, o direito à felicidade sob a terra. Nenhum valor vale mais do que isso”, conclui. 

Assista ao minidoc: