Conquistas

Mulheres inventoras: conheça fatos e criações que marcaram a história

Neste mês de luta das mulheres, apresentamos algumas invenções feitas por mulheres

Radioagência Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça a matéria:

A doutora Patricia Bath foi a primeira mulher negra a receber uma patente médica nos Estados Unidos / Arquivo pessoal

Nesta semana, celebramos o Dia Internacional da Mulher, o 8 de março. Centenas de organizações e movimentos de mulheres realizaram ações em todo o mundo, exigindo igualdade, justiça e respeito aos seus direitos. Em homenagem a este dia, neste Fatos Curiosos da História, a Radioagência Brasil de Fato traz algumas importantes invenções feitas por mulheres.

Vamos começar? Cerveja. Opa, a cerveja foi inventada por uma mulher? Ninguém sabe quem realmente inventou a cerveja, mas segundo a especialista no assunto, a britânica Jane Peyton, a bebida foi, durante milhares de anos, um domínio feminino:

"A cerveja vem sendo feita há pelo menos 7 mil anos, e as primeiras encarregadas de fazer cervejas foram, na verdade, as mulheres. A cerveja sempre tem sido alimento, e a sua preparação era um domínio das mulheres. É por isso que as mulheres foram as primeiras produtoras de cerveja”.

Em 1903, Mary Anderson percebeu que os motoristas tinham que parar para limpar a neve e o gelo do para-brisas. Ela criou o limpador de para-brisas e solicitou uma patente em 1904, que foi emitida no ano seguinte.

Já em 1913, a pequena Grace Murray Hopper, com sete anos de idade, queria entender como funcionavam os relógios. Ela passou a desmontar vários em sua casa e voltava a montá-los. Anos depois, Grace estudou física e matemática, entrando logo para a história ao ser uma das científicas a desenvolver a primeira e maior calculadora digital automática de larga escala. Ela foi além e inventou o COBOL, o primeiro programa de software de fácil utilização na década de 1950. Em 69, ironicamente, ela saiu vitoriosa no prêmio chamado Homem do Ano em Ciência da Computação.

Outra história de inventoras mulheres é a de Tabitha Babbitt, uma tecelã estadunidense. Ela observava como seus irmãos desperdiçavam tempo e energia cortando madeira com um traçador, aquela serra antiga utilizada por duas pessoas. Então, em 1813, Tabitha criou um protótipo da serra circular e o colocou em uma roda, tornando o trabalho de cortar madeira muito mais simples.

Por fim, a história da doutora Patricia Bath, que é uma oftalmologista e inventora. Ela recebeu um doutorado da Faculdade de Medicina da Universidade de Howard, nos Estados Unidos, e também foi a primeira médica mulher afro-americana a receber uma patente para um propósito médico. Em 1981, ela patenteou a sonda Laserphaco, usada para cirurgias de cataratas.

Fatos Curiosos da História

Locução: Mayara Paixão

Produção: Mauro Ramos

Sonoplastia: Jorge Mayer

Edição: Vivian Fernandes