Resgate

Artigo: A Capoeira Angola é resistência em Uberlândia (MG)

Dança, esporte, arte e ancestralidade no Triângulo Mineiro

Uberlândia (MG)

,
O sistematizador dessa prática é o saudoso Mestre Pastinha (1889-1981) / Reprodução

A Capoeira Angola é conhecida por ser a “Capoeira mãe”, pelo resgate de movimentos primitivos e pela busca de uma inteireza entre jogo, canto, toque e história. O sistematizador dessa prática é o saudoso Mestre Pastinha (1889-1981).

Desenvolvida dentro dos porões dos navios negreiros, há uma extensa discussão sobre o lugar onde a Capoeira chegou primeiro, se na Bahia, Rio de Janeiro, Pernambuco… não se sabe ao certo.

A cada dia, a Capoeira Angola agrega mais pessoas que buscam uma prática corporal, mental e emocional e também quem busca um desenvolvimento percussivo e vocal, regatando e reafirmando sua identidade afrobrasileira.

Depois de alguns bons anos se espalhando no Brasil e mundo afora, a Capoeira Angola chegou a Uberlândia, cerca de 20 anos atrás, com o grupo hoje conhecido como Malta Nagoa.

Hoje, temos na cidade três grupos desenvolvendo trabalhos em regiões periféricas, universitárias, centrais, escolas e associações. Quem se interessar, pode procurar no Facebook os Grupos Canto d’Angola, Galo Cantô e Malta Nagoa. Iê!

*Juliana Maltos é atriz e professora de teatro.

 







 

Edição: Wallace Oliveira